Você sabia? Local na Suíça paga para ter novos moradores

Com pouco mais de 200 habitantes, o vilarejo quer receber novos moradores para não correr o risco de deixar de existir.

Que tal mudar de país e ainda ser pago por isso? Sim, a proposta é real e vem de um dos melhores países do mundo. O vilarejo suíço está localizado em Albinen (Vale do Ródamo) e está pagando a bagatela de US$ 25 mil (R$ 81 mil) para trazer novos moradores.  

O simples município possui uma população de 240 habitantes e continua a perder muitos moradores. As últimas mudanças resultaram no fechamento da única escola do município por falta de alunos.  

Albinen está situada em uma região turística da Suíça. O vilarejo monta uma estratégia de sobrevivência com a compra de novos moradores. Comparando ao que oferecem outros municípios europeus que também sofrem com a migração de moradores para outros centros urbanos, os valores propostos são muito mais atrativos.   

Foto: Reprodução InternetAlbinen
 

Os valores pagos sofrem variação de acordo com o número de participantes do núcleo familiar. Cada novo morador adulto recebe uma bolsa no valor de US$ 25 mil dólares (R$ 81 mil), US$ 10 mil (R$ 32 mil) para criança.  Por exemplo, uma família composta por dois adultos e duas crianças receberá o valor de US$ 70 mil, aproximadamente R$ 227 mil para mudar para a Suíça. 

O auxílio financeiro é muito atrativo, mas não é pra todo mundo. Há algumas restrições para os futuros moradores, como por exemplo, adultos devem ter no máximo 45 anos e deverão morar em Albinen por no mínimo 10 anos. O acordo também estipula que a família deverá comprar um imóvel fixo no vilarejo. E em caso de quebra de contrato todos os valores recebidos pela família devem ser devolvidos.

Os moradores atuais não gostaram muito da ideia de compra de novos vizinhos. Segundo o prefeito do pequeno município, das três mil pessoas interessadas em mudar para Albinen, poucos cumprem as exigências necessárias.   

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais