Três rituais fúnebres estranhos praticados em outros países do mundo

A forma como as culturas lidam com os mortos varia de acordo com a região do mundo. Nós selecionamos três rituais fúnebres bem esquisitos para você conhecer.

Quando uma pessoa morre, os familiares possuem a tarefa de realizarem o funeral. Atualmente, a forma como lidamos com a situação é diferente da que ocorria há anos atrás. Antigamente, o corpo era preparado pelos entes queridos e o velório acontecia em casa. Hoje, as funerárias estão ai para lidar com o que é considerado doloroso demais, e o defunto é velado em capelas ou salas próprias para isso.

Porém, algumas culturas do mundo têm preservado a forma como lidam com os mortos. Além disso, elas possuem maneiras bem inusitada de tratar o cadáver, que para nós, são consideradas extremamente estranhas.

Veja abaixo três rituais fúnebres praticados em outros locais do mundo:

Cremação a céu aberto

Em Crestone, nos EUA, a maioria dos mortos é cremada. E, diferente do praticado no Brasil, esse ritual é feito a céu aberto, na presença dos amigos e familiares da pessoa que faleceu. O cadáver é colocado em uma pira, coberta de flores. Com pedaços de madeira, é ateado fogo lentamente, ocasionando aos poucos na desintegração do corpo. Os presentes acompanham a cremação até o final.

Em alguns locais da Índia, a cremação a céu aberto também é feita.

Torres do Silêncio

Você já imaginou deixar um ente querido que morreu ser devorado por urubus? É isso que acontece em Mumbai, na Índia. O ritual faz parte de uma religião chamada Zoroastrismo. Eles acreditam que a melhor forma de liberar uma alma de um corpo sem vida, é a colocando em construções circulares ao ar livre e deixando os animais se alimentarem da carne. Para os seguidores, essa é uma forma da pessoa fazer o bem pela última vez: servindo de comida.

Ma’nene

Para a jornalista que aqui escreve, essa é a forma mais estranha de lidar com a morte. Em Tona Toraja, na Indonésia, as famílias demoram meses ou até anos para se “livrar” do cadáver de um parente. Quando alguém morre, o corpo é embalsamado e o deixa em casa, até ter dinheiro para realizar um enterro considerado digno (lá, isso demora!). Durante esse tempo, os moradores da casa servem refeições ao defunto, conversam com ele, trocam sua roupa e, a cada dois anos, o levam para visitar outras pessoas.

Agora, o Dr. Curioso quer saber sua opinião! Qual dos três rituais você achou mais estranho? Deixe seu comentário!

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais