Setembro Amarelo: O que é transtorno de ansiedade generalizada?

Conheça mais sobre esse transtorno e saiba como compreender as pessoas ao seu redor que sofrem desse problema.

O mês de setembro é considerado o mês amarelo e é o mês onde diversas campanhas são feitas buscando conscientizar as pessoas a respeito de um problema que vem crescendo no mundo: o suicídio. A grande maioria dos suicídios acontecem por falta de conhecimento (tanto da vítima quanto dos familiares e amigos) sobre diversos transtornos e problemas que levam pessoas a tirarem a própria vida.

Muitas pessoas sofrem de transtorno. E nem todos eles são iguais, existem diversos tipos de transtornos que podem afetar a vida de uma pessoa. Um deles é o TAG – Transtorno de ansiedade generalizada. Como o próprio nome já sugere, ele é ligado à ansiedade.

Sentir ansiedade é algo totalmente normal. Todos nós ficamos ansiosos diante de algumas situações, como por exemplo, o dia do casamento, o resultado de uma prova importante, uma notícia que estamos esperando, entre muitas outras situações. Porém, como tudo que existe em excesso faz mal, a ansiedade excessiva também causa problemas.

De acordo com a 4ª edição do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtorno, o TAG é a “preocupação excessiva ou expectativa apreensiva”.

Não se sabe exatamente qual a causa que motiva esse distúrbio, mas acredita-se que ele está diretamente ligado a neurotransmissores do nosso cérebro, como a serotonina, a dopamina e a norepinefrina. Fatores como a genética e estresse do dia a dia também podem contribuir para o desenvolvimento desse transtorno. Doenças como refluxo, doenças cardíacas, menopausa, hipotireoidismo e hipertireoidismo também podem ser associadas ao distúrbio de ansiedade.

Os principais sintomas do TAG são preocupação e tensão permanentes, mesmo quando não há motivo para esses sentimentos, dificuldade de concentração, fadiga, irritação, problemas para dormir e manter um sono saudável, inquietação, se assustar com facilidade. Sintomas físicos também podem aparecer, como tremedeiras, dores de cabeça e problemas estomacais e intestinais.

Quem sofre do transtorno de ansiedade generalizada pode ter problemas que vão desde interferência no trabalho, até problemas mais sérios, como depressão, dependência química ou alcóolica, pensamento e comportamentos que podem levar até mesmo ao suicídio.

Para amenizar o TAG, é preciso procurar ajuda médica. Os especialistas mais indicados para diagnosticar esse distúrbio são clínica médica, neurologistas e psiquiatras. Normalmente, o tratamento envolve terapia cognitiva-comportamental e medicação. Ele é o mais usado por ser o mais eficiente. Porém, nada impede que profissionais usem algum outro método específico.

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais