Quem foi Bento Gonçalves?

Bento Gonçalves da Silva foi um dos principais líderes da Revolução Farroupilha e também o primeiro presidente da República Rio-Grandense.

Hoje em dia, quando falamos sobre Bento Gonçalves, pensamos na cidade gaúcha conhecida por sua vinícolas. O que poucas pessoas sabem é quem foi o homem que o nome da cidade homenageia.

Bento Gonçalves da Silva foi um dos principais líderes da Revolução Farroupilha e também o primeiro presidente da República Rio-Grandense. Filho do alferes português Joaquim Gonçalves da Silva e de Perpétua da Costa Meireles, ele nasceu em 23 de setembro de 1788 e morreu aos 58 anos, em 18 de julho de 1947.

Apesar da família desejar que ele seguisse carreira eclesiástica, ele optou por se tornar militar. Sua vocação foi demonstrada quando ele foi incorporado na Campanha de Ordenanças de D. Diogo de Sousa, quando participou da primeira campanha cisplatina (1811-1812).

Após esse conflito, ele estabelece uma fazenda para criação de gado e uma casa de negócios em território uruguaio, onde conhece a mulher que se tornaria sua esposa dois anos depois.

Seu crescimento como militar aconteceu rapidamente. Na segunda campanha cisplatina (1816-1821), ele se tornou um guerreiro prestigiado por muitos e, em 1817, foi nomeado capitão. Em seguida, esteve presente nos conflitos em Curales, Las Cañas (1818), Cordovez, Carumbé (1819) e Arroio Olimar (1820).

No ano de 1824, foi promovido a tenente-coronel. No ano seguinte, ele ocupou o cargo de comandante de cavalaria durante a batalha de Sarandi, no dia 12 de outubro de 1925. Em seguida, se tornou coronel de 1ª linha. No ano de 1927, ele participou da Batalha do Ituizangó.

Em 1829, ele foi nomeado por D. Pedro I como coronel de estado-maior, recebendo o comando do 4º Regimento de Cavalaria de Linha. No ano seguinte, também passou a comandar a fronteira meridional.

Apesar de ser um militar exemplar, Bento Gonçalves foi denunciado como rebelde em 1834, sendo acusado de ajudar a planejar, secretamente, a separação do Rio Grande do Sul, juntamente com João Manuel de Lima e Silva. Ele defendeu-se das acusações e foi absolvido, porém, os conservadores da época conseguiram que ele fosse destituído do cargo de comandante.

No ano seguinte, ele foi eleito deputado provincial. Porém, durante a sessão de instalação da assembleia provincial, é novamente acusado de ser um dos articuladores da separação do Rio Grande do Sul.

Alguns meses depois, em setembro, iniciava-se a Revolução Farroupilha, onde Bento Gonçalves liderou diversas tropas. Ele foi preso durante um dos conflitos, conhecido como Batalha do Fanfa, em outubro de 1836. Ele foi enviado para a prisão de Santa Cruz e depois transferido para o Forte da Laje, no Rio de Janeiro.

Foto: Reprodução InternetBento Gonçalves foi um dos líderes da Revolução Farroupilha.
Bento Gonçalves foi um dos líderes da Revolução Farroupilha.

Apesar da prisão, ele recebia visitar quase todos os dias, o que possibilitava que ele mantivesse sua “rede de contatos”. Em março de 1837, ele e outros detidos planejaram uma fuga. Porém, Bento Gonçalves desistiu de fugir em solidariedade a Pedro Boticário, que não conseguiu passar pela janela aberta por ser muito gordo. Na ocasião, os fugitivos bem sucedidos foram Onofre Pires e o coronel Corte Real.

Por causa da tentativa de fuga, ele foi transferido para a Bahia, onde sofreu uma tentativa de envenenamento. O militar ficou foragido por um tempo, despistando seus perseguidores, que acreditavam que ele havia fugido para os EUA. Em 1837, ele retorna para o RS, onde toma posse como Presidente da República.

Depois disso, ele ainda participou de alguns conflitos e, depois de um tempo, perdeu interesse pela política.

Casado com Caetana Garcia, ele faleceu em 1847, deixando a viúva e seus oito filhos. Depois de ser enterrado e exumado algumas vezes, hoje, os restos mortais de Bento Gonçalves se encontram no monumento existente na Praça Tamandaré, no município de Rio Grande.

Aprenda também: As mulheres vikings podiam participar das batalhas?

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais