Quantas espécies de tatu existem no mundo?

Os tatus são animais mamíferos, com uma dura carapaça móvel.

Os tatus são mamíferos que possuem o corpo formado por uma carapaça dividida em cintas móveis. Ele é onívoro e a maioria das espécies se alimenta de cupins e formigas. Atualmente, existem 21 espécies de tatus em todo o mundo.

Aprenda algumas informações sobre cada uma das espécies:

Tatu-galinha

Habita nas regiões sul dos EUA até o norte da Argentina e Brasil. Também pode ser encontrado nas Pequenas Antilhas em Granada, Trindade e Tobago. Sua cabeça é pequena, mas alongada. Seus olhos são pequenos e suas orelhas são pontudas e grandes, enquanto sua cauda é comprida e fina. Ele pode chegar a pesar 5 quilos e medir até 60 centímetros. Sua carapaça dorsal possui nove cintas móveis, sem pelos, e a cor de seu corpo é castanho/castanho escuro com a barriga amarelada.

Foto: Reprodução Internettatu galinha
 

Tatu-galinha-pequeno

É uma das cinco espécies que ainda vivem na caatinga brasileira. Ele também vive na Argentina, Bolívia e Paraguai. Ele é bastante parecido com o tatu-galinha, mas seu tamanho chega somente aos 25 centímetros, seu peso a 1,50 quilos e sua carapaça contém só cinco ou seis cintas móveis.

Tatu-mulita

Também é semelhante ao tatu-galinha. Ele habita a região sul do Brasil, Argentina e Paraguai. Ele é diferenciado da outra espécie de tatu por causa do tamanho – máximo 2,5 kg – e por possuir seis ou sete cintas móveis em seu corpo. A espécie está quase ameaçada de extinção.

Tatu-dos-Ilanos

Também é considerada uma espécie quase ameaçada de extinção. Ela vive somente na Colômbia e na Venezuela. Também é semelhante ao tatu-galinha, porém é maior. Seu tamanho chega aos 60 centímetros e seu peso pode alcançar os 9,5 quilos. A quantia de cintas móveis em sua carapaça varia entre seis e 11 cintas.

Tatu-de-quinze-quilos

A espécie já foi encontrada na Bacia Amazônica do Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela. Ele é um pouco maior que o tatu-galinha e apresenta 7 ou 8 cintas em sua carapaça. Suas patas possuem duas fileiras de escudos e a principal diferença para as outras espécies é que o tatu-de-quinze-quilos possui garras mais desenvolvidas.

Tatu-peludo-peruano

Ele é encontrado somente no Peru. Sabe-se pouco sobre a espécie, mas ela é parecida com o tatu-dos-Ilanos, mas seu corpo é coberto de pelos longos de coloração castanho-avermelhada ou marrom-acinzentado.

Mulita de Yepes

É uma espécie nativa da Argentina, que também habita o Paraguai e a Bolívia. Ela é semelhante ao tatu-mulita, mas não se sabe muito a respeito da espécie por falta de estudos.

Pichiciego-menor

É encontrado somente na Argentina. É a menor espécie de tatu do mundo, medindo pouco mais de 10 centímetros. Na natureza ele passa a maior parte da vida embaixo da terra e, em cativeiro, vive por no máximo oito dias.

Foto: Reprodução InternetPichiciego-menor
 

Pichiciego-maior

É sem dúvida o mais estranho dos tatus. Ele vive na região do Chaco, centro e sudeste da Bolívia, noroeste do Paraguai e norte da Bolívia. Atinge no máximo 17,5 centímetros de comprimento e sua cauda possui 3,5 centímetros. Possui 24 cintas móveis em sua carapaça e pelagem na parte inferior do corpo, que pode ser branca ou amarelada.

Grande-tatu-peludo

É encontrado na Bolívia, Paraguai e Argentina e é uma das espécies de tatus mais numerosas da América do Sul. Ele pode ter mais de 50 centímetros de comprimento e atingir 3,5 quilos. Seu corpo possui 7 ou 8 cintas, e a cabeça possui pelo menos duas. Seu corpo possui longos pelos, com coloração pálida no inferior do corpo.

Tatu-peba

É chamado também de tatu-peludo ou tatu-cascudo. É encontrado no Brasil, Uruguai, Paraguai, Argentina, Bolívia e nas savanas do Suriname. Seu corpo pode medir até 40 centímetros e sua cauda varia entre 11 e 24 centímetros de comprimento. Seu peso é de 3 a 6,5 quilos.

Tatu-pichi

Habita na Argentina e Chile e está quase ameaçada de extinção. Possui 6 a 8 cintas móveis em sua carapaça e seu tamanho é de cerca de 27 centímetros, podendo pesar até 1,5 quilos.

Tatu-do-rabo-de-porco

Está presente no México, oeste da Colômbia, noroeste do Equador e norte da Venezuela. Sua carapaça possui entre 10 e 13 cintas móveis, seu tamanho varia entre 30 e 42 centímetros e seu peso pode chegar até 3,5 quilos. Sua principal diferença dos outros tatus é que ele não possui escamas na parte de trás da orelha.

Tatu-peludo-chorão

Ele recebeu esse nome por ter o costume de chiar quando se sente ameaçado ou é manipulado por alguém. Ele pode ser encontrado na região do Chaco na Bolívia, Paraguai e Argentina. Seu tamanho não ultrapassa os 40 centímetros e seu peso pode chegar a 1,5 quilos. Possui as orelhas mais longas entre os animais do seu gênero. Ele possui pelos por todo o corpo, principalmente na parte inferior.

Foto: Reprodução Internettatu peludo chorao
 

Tatu-de-rabo-mole-de-Chaco

A espécie está quase ameaçada de extinção. Vive no oeste do Paraguai e centro-norte da Argentina. Sua carcaça contém entre 10 e 13 cintas móveis, sendo a menor espécie entre os tatus de rabo mole.

Tatu-de-rabo-mole-grande

Conhecido também como tatuíva, ele pode medir até 50 centímetros e pesar 3 quilos. Ele habita no Brasil, nordeste do Uruguai, nordeste da Argentina e sudoeste do Paraguai. A espécie está ameaçada de extinção devido a caça.

Tatu-de-rabo-mole

Vive no Brasil, Andes, Colômbia, Peru, Equador, Venezuela, Guiana, Guiana Francesa e Suriname. Seu tamanho varia de 34 a 45 centímetros e seu peso pode chegar a 4,8 quilos. Sua carapaça móvel é composta de 10 a 13 cintas.

Tatu-canastra

É o maior tatu do mundo. Seu tamanho pode chegar aos 1,5 metros e seu peso pode ser de até 60 quilos. Pode ser encontrado na Venezuela, nas guianas, Paraguai, Argentina e também no Brasil. É uma espécie considerada vulnerável. Ele também é conhecido como tatuaçu.

Tatu-bola

Pode ser encontrado no Brasil, Bolívia, Argentina e Paraguai. A espécie está quase ameaçada de extinção. Seu comprimento é de cerca de 32 centímetros e seu peso máximo chega a 1,2 quilos. Ele também é conhecido como mataco.

Tatu-bola-da-caatinga

É o mais famoso entre os tatus, tendo sido mascote da Copa do Mundo de 2014. É uma espécie que vive somente no Brasil e pode medir até 39 centímetros e pesar 1,6 quilos. Essa espécie não vive embaixo da terra e nem cava buracos, ao contrário das demais espécies. Quando se sentem ameaçados, eles se enrolam dentro de sua carapaça, formando uma bola. A espécie também é considerada vulnerável.

Foto: Reprodução Internettatu bola da caatinga
 

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais