Qual o motivo de Plutão não ser mais considerado um planeta?

Plutão perdeu a classificação de planeta em 2006.

Se você tem mais de 20 anos, provavelmente, nas séries iniciais da escola, você aprendeu que Plutão era o nono planeta do Sistema Solar. Descoberto em 1930, pelo astrônomo norte americano Clyde Tombaugh, o planeta deixou de ser considerado um planeta do ano de 2006.

O motivo da mudança é que Plutão não se encaixa em uma das três “regras” principais para ser um planeta. De acordo com a União Astronômica Internacional (IAU, sigla em inglês), para que um corpo seja considerado um planeta, ele precisa se encaixar em três requisitos:

1 – Precisa estar em uma órbita ao redor do Sol;
2 – Precisa ter gravidade suficiente para que o planeta se mantenha em uma forma esférica;
3 – Precisa ser capaz de limpar sua órbita.

No caso de Plutão, ele se encaixa perfeitamente nos dois primeiros requisitos, porém, não consegue consumir os corpos menores que invadem sua órbita e nem expulsá-los de sua proximidade usando a gravidade. Por estar localizado no Cinturão de Kuiper, o planeta fica muito vulnerável, pois é a região de “passagem” de vários objetos do espaço.

A partir de 2006, os requisitos criados pela IAU mudaram, e por isso Plutão perdeu a classificação de planeta. Atualmente, ele recebe a denominação de planeta anão.

Foto: Reprodução InternetPlutão
 

Características

Plutão possui 2,3 mil quilômetros de diâmetro e tem cinco luas: Caronte, Nix, Hidra, Cérbero e Estinge. Oficialmente, Caronte foi a primeira a ser descoberta e é considerada o satélite do planeta anão. Seu solo possui coloração azul, amarela, laranja e vermelha e 98% de toda a superfície é coberta por gelo, composto por nitrogênio, metano e monóxido de carbono. A temperatura no planeta é bastante gelada: varia de -240ºC a -218ºC.

Os cientistas acreditam que o planeta anão começou a se formar há cerca de 4,5 bilhões de anos. O planeta foi nomeado de maneira oficial em 24 de março de 1930, e o nome Plutão foi escolhido após uma votação. A sugestão do nome foi ideia de Venetia Burney, uma menina de 11 anos, que morava em Oxford.

Foto: Reprodução Internet/NasaPlutão
 

Algumas curiosidades

- Pluto, personagem da Disney, recebeu esse nome em homenagem a Plutão, que na época, ainda era um planeta;
- Mais de mil nomes foram sugeridos para o novo planeta descoberto em 1930;
- Para dar uma volta completa em Plutão, seria necessário percorrer uma distância parecida com a distância entre a Amazônia e a Espanha (cerca de 7.230 quilômetros);
- A massa de Plutão é 500 vezes menor que a massa da Terra;
- Um dia no planeta anão dura 153 horas;
- A órbita de Plutão é bastante irregular e altamente inclinada. Uma parte dela fica mais próxima ao Sol do que a de Netuno. Apesar disso, eles não podem colidir jamais e nem se aproximar, pois suas órbitas são alinhadas;
- Ao redor do astro, existe um tipo de “névoa” azul.
 

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais