Qual a diferença entre míssil e foguete?

Veja a diferença entre esses dois tipos de armamentos, itens extremamente importantes para as forças armadas de um país.

O armamento existente no mundo hoje é bastante variado. Podemos encontrar equipamentos e munições suficientes para destruir desde uma sala até uma cidade inteira. Muitos deles têm finalidades praticamente iguais, mas possuem diferenças que os tornam únicos e diferenciam as funções de cada arma diferente, como o míssil e o foguete.

Então, qual a diferença entre um foguete e um míssil?

De modo simples, a principal diferença entre eles está após seu lançamento. O foguete, depois de ser disparado por seu lançador, atingirá o alvo inicial, sem possibilidade de mudar sua trajetória, enquanto o míssil possibilita a mudança de “rota” até o alvo desejado.

Isso é possível porque o míssil possui um ou mais sistemas de guiamento em sua composição, ao contrário do foguete. A trajetória realizada por um míssil pode acontecer de forma emergente – acima da atmosfera – e de maneira mergulhante – dentro da atmosfera. Ele é formado por: estrutura, sistema de propulsão, sistema de guiamento, sistema de controle e direção, cabeça de guerra e sistema elétrico.

É o sistema de guiamento do míssil que faz com que sua trajetória seja alterável. É como se esse sistema fosse o “cérebro” do míssil, com capacidade para processar informações tanto internas quanto externas. Os modos de guiar esse armamento para o novo alvo são variadas e vão depender do tipo de míssil lançado:

Seguidores de facho: o míssil é guiado por um feixe de radiação eletromagnética ou laser, emitido pela plataforma de lançamento. O feixe atua como uma estrada para o equipamento.

Guiamento comandado: nesse caso, o míssil é guiado por radar ou rádio link.

Guiamento por atração: os mísseis dessa categoria possuem componentes próprios de recepção e transmissão das radiações, que são computadas e transformadas em comandos para o sistema de direção do equipamento.

Guiamento autônomo: o míssil com guiamento autônomo é aquele que o alvo não interfere na trajetória do míssil, ou seja, não há um acompanhamento da trajetória realizada.

Agora que você já sabe a diferença entre essas duas armas, veja algumas imagens delas:

Foguetes

Foto: Reprodução InternetFoguete
Foto: Reprodução InternetFoguete
Foto: Reprodução InternetFoguete
Foto: Reprodução InternetFoguete
Mísseis
Foto: Reprodução InternetMíssil
Foto: Reprodução InternetMíssil
Foto: Reprodução InternetMíssil
Foto: Reprodução InternetMíssil

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais