Quais os efeitos colaterais da cafeína consumida em excesso?

Veja quais as consequências de ingerir cafeína demasiadamente e quais os alimentos que contém esse estimulante.

Estimulante encontrado em cafés, refrigerantes, chocolates e outros alimentos, a cafeína, como tudo que ingerimos em excesso, faz mal. Recentemente, um adolescente norte-americano morreu após consumir cafeína demasiadamente. Ela estava presente nos energéticos que o garoto consumiu. Semelhante a drogas, a cafeína tem grande tendência a viciar a pessoa. Provavelmente você já conheceu alguém viciado em café, certo?!

Veja agora 5 efeitos colaterais que a cafeína pode causar em nosso corpo, quando consumida acima da quantia recomendada (400 mg para um adulto saudável).

Acelera a frequência cardíaca: a cafeína estimula o sistema nervoso, que pode pressionar e acelerar o coração para que ele mantenha o corpo em ritmo estimulado. Com isso, a frequência cardíaca é acelerada, o que pode colocar em risco a vida da pessoa, principalmente se ela tem alguma doença cardíaca.

Dificuldade para dormir e ansiedade: esse estimulante ajuda o corpo a ficar acordado e alerta, dificultando que a pessoa durma, mesmo estando com sono. Por isso, não é recomendado ingerir cafeína demais durante o dia e principalmente antes de deitar-se para dormir. Além de tirar o sono, a cafeína ainda deixa a pessoa ansiosa, podendo ser confundida essa ansiedade com um sintoma de depressão.

Dores de cabeça: por causa da estimulação do cérebro, é comum que ocorram dores de cabeça frequentemente. O nível da dor irá variar de pessoa para pessoa.

Caroços no peito: a ingestão de cafeína em excesso pode resultar no aparecimento de nódulos dolorosos no peito, conhecidos como doença fibrocística. Em muitos casos, eles podem desaparecer cortando das refeições os alimentos que possuem cafeína.

Tremores musculares: por causa da superestimulação que a cafeína causa no sistema nervoso, muitas pessoas podem sentir tremores no corpo e nervosismo exagerado.

Esses sintomas podem ser evitados com uma simples diminuição no consumo da cafeína, que também resultará em uma melhora em questão de saúde. Os alimentos que mais possuem cafeína são: café, chá mate, verde e preto, refrigerantes, bebidas energéticas, chocolate, achocolatados e alguns medicamentos, como o Dorflex e a Neosaldina.

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais