Quais os cinco maiores arranha-céus do mundo?

Veja agora os prédios mais altos já construídos do mundo.

Nas grandes cidades, podemos encontrar uma infinidade de prédios. Alguns com poucos andares e outros com muitos. A quantidade e variedade de construções é praticamente incontável. É possível achar prédios para todos os gostos.

Alguns prédios são muito famosos pelo seu tamanho. Quanto mais alto, mais prestigiada e importante a construção costuma ser. Alturas quase inacreditáveis, que cortam os céus das cidades, e daí que vem o nome de arranha-céu. Conheça agora os cinco maiores arranha-céus que existem no mundo.

1 – Burj Khalifa Bin Zayid: Prédio mais alto do planeta, ele possuiu 828 metros de altura e fica em Dubai, nos Emirados Árabes. Ele tem 160 andares.

Foto: Reprodução InternetPrédio 1

2 – Shanghai Tower: A construção tem 380 mil metros quadrados e 632 metros de altura e fica no distrito financeiro de Pudong, em Xangai, na China. Ele tem 128 andares e foi inaugurado em 2015.

Foto: Reprodução InternetPrédio 2

3 – Makkah Royal Clock Tower: Com 601 metros, ele fica na Arábia Saudita e foi inaugurado em 2012. O prédio tem o título de hotel mais alto do mundo, mais alta torre de relógio do mundo, maior mostrador de relógio e maior área coberta de um edifício.

Foto: Reprodução InternetPrédio 3

4 – One World Trade Center: Ele tem 541 metros de altura e era conhecido como Freedom Tower. A construção foi finalizada em 2014. Ele fica em Nova Iorque e foi construído no local do World Trade Center, famoso prédio dos EUA destruído por terroristas em 2001.        

Foto: Reprodução InternetPrédio 4

5 – Guangzhou CTF Finance Centre: O quinto maior prédio do mundo tem 530 metros e fica em Cantão, na China. Construído em 2016, ele é dividido em 111 andares e conta com um hotel que ocupa os 16 andares mais altos da construção.

Foto: Reprodução InternetPrédio 5

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais