Por que pessoas com insuficiência renal não devem comer carambola?

Estudos realizados desde 1990 por pesquisadores da USP mostram que a fruta é tóxica para pessoas com insuficiência renal.
Foto: Reprodução InternetA carambola, quando cortada, possui formato de uma estrela. Ela não deve ser consumida por pessoas com problemas renais.
A carambola, quando cortada, possui formato de uma estrela. Ela não deve ser consumida por pessoas com problemas renais.

Originária da Índia, a carambola é uma fruta bastante popular em países tropicais e subtropicais. Ótima fonte de vitamina C e fonte de fibras, ela também possui propriedades antioxidantes, evitam a formação de células de gordura e baixa os níveis de colesterol. Além de ser consumida em sua forma natural, ela pode ser utilizada para fazer sucos, geleias, chás, extratos e concentrados. Porém, é preciso atenção na hora de comê-la, pois ela pode causar problemas em pessoas com insuficiência renal.

Estudos realizados desde 1990 por pesquisadores da USP (Universidade de São Paulo) mostram que a fruta é tóxica para pessoas com insuficiência renal. Ela contém uma substância que recebeu o nome de caramboxina e pode causar epilepsia, crises de soluço, convulsões e até mesmo, causar a morte. As pesquisas sobre os problemas de saúde causados por ela começaram com o nefrologista Miguel Moysés, depois que um paciente morreu após ingerir carambola.

Após alguns anos de estudos, biólogos, químicos e médicos conseguiram identificar e isolar a molécula que causa a intoxicação. Pessoas saudáveis conseguem eliminá-la facilmente do organismo, por isso consomem a carambola sem nenhum problema. Em pacientes com problemas renais, a caramboxina se concentra no organismo e resulta nos problemas citados acima.

A caramboxina é uma molécula considerada bastante instável, que se deriva de um aminoácido natural, o que causa certa confusão em nosso organismo. Quando não é filtrada com a água e eliminada através da urina, ela permanece na corrente sanguínea e chega até o sistema nervoso central, causando diversos danos. Para pessoas com insuficiência renal, 200 ml de suco da fruta já são o suficiente para causar problemas graves.

Quando a carambola é consumida de forma excessiva por pessoas saudáveis, é possível que elas desenvolvam insuficiência renal aguda. Isso acontece por causa da deposição renal de um tipo de sal presente na fruta, chamado de cristais de oxalato. Acredita-se também que ingerir a fruta em jejum também facilita a intoxicação por caramboxina.

Foto: Reprodução InternetA carambola possui sabor agridoce e é pode ser encontrada em todo território brasileiro.
A carambola possui sabor agridoce e é pode ser encontrada em todo território brasileiro.

Características da carambola

A carambola possui sabor agridoce e é fruto da caramboleira (Averrhoa carambola). De pequeno porte, a árvore pertence à família das Oxalidales, produz flores roxas e a cor dos frutos varia entre verde e amarelo.

A fruta é rica em vitaminas A, C e complexo B, além de possuir ácido oxálico, um estimulador de apetite. Ela ainda é considerada febrífuga (ajuda a diminuir febres) e antiescorbútica (contribui para curar o escorbuto). Sua casca possui alto teor de tanino e por isso é utilizada como antidisentérico.

Descubra também: 7 doenças graves que não possuem sintomas aparentes

Aprenda também: Qual o alimento com mais vitaminas?

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais