Por que o coelho é símbolo da páscoa?

Qual a ligação que existe entre esse animal e a Páscoa, se a Páscoa é a ressurreição de Jesus? Descubra!

A páscoa, para os cristãos, é a comemoração da ressureição de Jesus. A páscoa é comemorada 40 dias depois do carnaval. Na sexta-feira santa, lembramos a sua crucificação e morte. Segundo a Bíblia, no terceiro dia de sua morte (o domingo, último dia da Semana Santa), ele reviveu e se apresentou aos discípulos antes de subir aos céus.

Depois de sabermos o que é a páscoa, a pergunta é: onde o coelho entra nessa história?

Foto: Reprodução Internetcoelho

Apesar de não fazer parte da história cristã, não sendo citado na bíblia, o coelho se tornou um símbolo da ressureição e também símbolo de fertilidade e vida nova. Ele passou a ser ligado à páscoa na Alemanha, no século XVI.

O coelho, para o povo do Antigo Egito e também para outros povos, simbolizava o nascimento, uma nova vida e esperança. A ressureição de Jesus é o inicio de uma nova vida, tanto para os judeus como para os cristãos. Podemos considerar essa uma forma de fazer ligação entre a páscoa e o coelho.

Esse animal tem o hábito de hibernar durante o inverno, e na primavera ele é o primeiro a sair de sua toca, coincidindo com o início da Páscoa no hemisfério norte do planeta. Quando saiam do período de hibernação, os coelhos acasalavam e tinham uma reprodução com grandes ninhadas, ligando esse fato ao significado de vida em abundância e novas vidas.

Naquela época, havia do hábito de esconder ovos para as crianças procurarem durante a Páscoa. Os coelhos ficavam agitados com a movimentação das crianças e saiam de suas tocas, então os meninos e meninas que os viam, passaram a imaginar que quem havia deixado os ovos por ali haviam sido os coelhos.

Para as pessoas pagãs – que não acreditavam em Deus ou não o seguiam – a páscoa era simplesmente a comemoração da mudança de estação, que era definida de acordo com a lua. O coelho, era considerado o animal da lua, então, também era relacionado a páscoa dos não cristãos.

Foto: Reprodução Internetcoelho

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais