Por que o caranguejo anda de lado?

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, não são todas as 4.500 espécies de caranguejo existentes que andam lateralmente.

Os caranguejos surgiram há pelo menos 180 milhões de anos e possuem um hábito bastante diferente quando se trata de locomoção. Enquanto praticamente todos os animais se deslocam para frente, seja andando ou nadando, eles se movimentam para os lados.

O motivo desse crustáceo andar de forma lateral é que é desta forma que as juntas se dobram. As patas desse animal estão localizadas nas bordas laterais do corpo, o que influencia no modo de andar. Enquanto a articulação da nossa perna permite movimentos para frente e para trás, a deles possibilita para o lado. Uma comparação resumida: o joelho dos humanos dobra para frente e as patas dos caranguejos para fora.

Apesar de não ser impossível que os caranguejos andem para frente, essa forma de locomoção é inviável, pois ocorre de forma muito lenta. E, em um mundo onde é preciso ser ágil para fugir de predadores, a velocidade é algo essencial.

Descubra também: Por que as formigas se cumprimentam?

Mas, ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, não são todas as 4.500 espécies de caranguejo existentes que andam de lado. Existem algumas, como, por exemplo, o Libinia emarginata, que anda para frente. Isso é possível por causa do formato de seu corpo, que é mais achatado e possui a curvatura da perna menos acentuada.

Foto: Reprodução InternetO caranguejo anda de lado devido ao formato de suas pernas.
O caranguejo anda de lado devido ao formato de suas pernas.

Características dos caranguejos

Os caranguejos também são conhecidos como uaçás, auçás e guaiás. Eles são crustáceos caracterizados por terem o corpo protegido por uma carapaça. Esses animais contém cinco pares de patas, sendo que primeira delas na parte da frente é maior e tem formato de pinça.  Seu abdômen é reduzido e dobrado por baixo do cefalotórax.

Apesar da maioria das espécies de caranguejos viverem na água, eles também podem ser encontrados na terra. Além da variação de habitat, ainda podemos encontrar esses crustáceos com alimentação carnívora, herbívora e onívora. Muitos são chamados de carniceiros, por se alimentarem de qualquer tipo de restos de comida.

A reprodução deles também é “abundante”. Uma fêmea pode gerar entre 300 mil e 700 mil ovos.

Aprenda também: Por que os vaga-lumes piscam?

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais