Por que o bicho-preguiça faz tudo de forma lenta?

A resposta está na evolução da espécie, que alterou seus hábitos ao longo dos anos.

O bicho-preguiça é famoso por ser um animal que honra seu nome. Após uma evolução radical em seu tamanho, esse animal passou a viver, literalmente, de forma lenta, quase parando. Durante a pré-história eles eram animais gigantes, que pesavam toneladas, porém, hoje a realidade é outra.

A evolução dessa espécie levou ela a desacelerar seus movimentos, tornando a agilidade algo praticamente desnecessário para sua sobrevivência. As preguiças pré-históricas, que sobreviveram até cerca de 11 mil anos atrás, além de serem bem maiores, viviam no chão.

Buscando uma melhor adaptação, as preguiças modernas, que possuem dois e três dedos, passaram a subir em árvores e descer somente na hora de realizar suas necessidades fisiológicas. A alimentação delas também mudou, passando a ser quase completamente baseada em folhas. Por ser uma dieta pobre em nutrientes e poucas calorias, a taxa metabólica precisa ser lenta.

Veja também: Curiosidades sobre o bicho-preguiça

Viver somente nas árvores ainda ajuda a manter as preguiças afastadas dos predadores, como a onça pintada. Por isso, a agilidade e rapidez é dispensável, visto que a segurança delas está garantida praticamente o tempo todo.

Foto: Michael Mosimann/PixabayO bicho-preguiça se tornou um animal lento conforme aconteceu a evolução da espécie.
O bicho-preguiça se tornou um animal lento conforme aconteceu a evolução da espécie.

Outro fator que contribui para a “lentidão” desses mamíferos é o fato de habitarem em florestas tropicais, que são ambientes quentes e úmidos, o que exclui a necessidade de obter as vantagens proporcionadas pelo sistema endotérmico. Por viverem em um ambiente assim, eles não precisam fazer esforço para aquecerem os músculos e o sistema cardiovascular. Isso significa que o gasto de energia é baixíssimo, porém também impossibilita que elas sobrevivam em regiões com temperaturas baixas.

Com essa nova forma de vida, as preguiças adquiriram alguns hábitos semelhantes aos de animais de sangue frios – como répteis. Pela manhã, elas costumam subir até o topo das árvores para pegarem sol e, quando fica muito quente, retornam para a sombra.

E, se você acha que somente a locomoção desses animais é lenta, você está enganado! Todos os seus movimentos são devagar: mastigar, piscar, virar a cabeça ou mexer seus membros. Porém, elas possuem braços incrivelmente fortes, o que dá alguma vantagem para esse animal na hora de subir em árvore ou se defender.

Até mesmo a amamentação é um processo demorado. As fêmeas não armazenam uma grande quantia de leite em seu organismo, o que faz com que o filhote se amamente de gota por gota. Segundo a zoóloga britânica Becky Cliffe, a lentidão do bicho-preguiça ocasiona em uma observação demorada por parte dos pesquisadores, que precisam ficar muito tempo em campo para analisar seus hábitos.

Conheça os 10 animais mais coloridos da natureza

Foto: Blog Biologia da VezOs preguiças são mamíferos que vivem nas florestas tropicais.
Os preguiças são mamíferos que vivem nas florestas tropicais.

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais