Por que as águas-vivas queimam a pele?

Saiba por que esses animais causam esse efeito na pele.

Conhecidas também como medusas, as águas vivas são a “pior” ameaça das praias. Por terem diversos tamanhos, que variam entre dois metros de diâmetro e 1 centímetro, elas podem alcançar até a areia da praia. Elas são famosas por queimarem a pele das pessoas, o que pode causar vômitos na vítima e até bolhas no local.

As “queimaduras” – que na verdade não são queimaduras – são causadas porque elas possuem células chamadas cnidócitos, que são formadas de filamentos que injetam toxinas na pele das pessoas. Esses filamentos são como pequenos arpões, carregados de veneno.

Os locais mais comuns de sofrerem queimaduras são o dorso das mãos, coxa, rosto e abdômen. Essa toxina causa a sensação de queimadura e é usada pelo animal como uma forma de defesa e também de caça.

Quando ela está em busca de alimento, ela usa alguma combinação de toxina, que pode causar efeito paralisante, necrosante ou destruidora de glóbulos vermelhos. Cada espécie de água viva produz um grau de queimadura diferente, que varia, inclusive, dependendo da região onde ela habita.

Há espécies que podem causar queimaduras mortais, como é o caso da espécie Chironex fleckeri, popularmente conhecida como vespa-do-mar. Ela habita principalmente o leste da Austrália.

Foto: Dr. CuriosoÁgua viva
 

Características das águas-vivas

Elas possuem uma bela aparência, podendo ser encontradas em diversas cores e tamanhos. Algumas espécies de águas-vivas podem brilhar no escuro, usando isso como uma forma de distrair seus predadores. Seu corpo é de consistência gelatinosa, sendo que 98% dele é formado de água e não há cérebro em sua estrutura.

As águas-vivas se alimentam principalmente de microplânctons e elas servem de alimentos para tartarugas e outras espécies maiores de água-viva. A grande maioria delas é habitante dos mares, porém, existem algumas espécies que vivem em rios de água doce.

O tempo de vida delas costuma ser extremamente longo, praticamente imortal. Isso acontece porque elas possuem a capacidade de se transformar de medusa – fase adulta – para pólipo – fase inicial da vida de uma água-viva. Isso acontece durante períodos de estresse para o animal.

Foto: Reprodução InternetÁgua viva

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais