Por que alguns lugares estão proibindo o uso do protetor solar?

O primeiro país do mundo a banir o protetor solar foi o Arquipélago de Palau, que fica no Oceano Pacífico.

Os cuidados com a pele fazem parte da rotina da população, principalmente durante o verão. Sabendo que a exposição ao sol pode causar doenças como o câncer de pele, é necessário protege-la, seja evitando o contato com os raios solares ou usando produtos específicos. Porém, alguns locais do mundo estão proibindo a comercialização de determinados tipos de protetor solar.

O primeiro país do mundo a banir o protetor solar foi o Arquipélago de Palau, que fica no Oceano Pacífico. A proibição é referente aos produtos que contém substâncias prejudiciais para a vida marinha. Estudos e pesquisas apontam que o cosmético é um dos maiores poluidores dos oceanos, afetando principalmente os recifes de corais.

Porém, para não prejudicar a saúde das pessoas, a proibição é exclusiva para protetores solares que contenham alguma dessas dez substâncias: oxibenzona (benzofenona-3), etilparabeno, octinoxato (metoxicinamato de octila), butilparabeno, octocrileno, metilbenzilideno cânfora, benzilparabeno, triclosano, metilparabeno e phenoxyethanol.

"A maioria deles é incrivelmente tóxica para os estágios iniciais da vida de várias espécies animais", afirma a Fundação Internacional de Barreiras de Corais (International Coral Reef Foundation).

Cientistas e pesquisadores fizeram análises e puderam constatar que tais substâncias, que chegam ao mar através dos banhistas, são absorvidas por corais, podendo leva-los a morte. Quando um coral afetado por esse material consegue sobreviver, seu sistema reprodutor é afetado ou ele encontra dificuldades para se manter vivo. Consequentemente, outros seres vivos que habitam nos recifes são afetados.

Apesar do Arquipélago de Palau ser um local com poucos habitantes (cerca de 20 mil pessoas, espalhadas por diversas ilhas), o país recebe anualmente mais de 120 mil turistas. Os visitantes são atraídos pela beleza do lugar, conhecido como "paraíso pristino de mergulhadores”.

Foto: Patrick Colin/UnescoO Arquipélago de Palau é muito conhecido por mergulhadores, pois abriga uma quantia significativa de corais.
O Arquipélago de Palau é muito conhecido por mergulhadores, pois abriga uma quantia significativa de corais.

Outros locais do mundo também estão demonstrando preocupação em preservar a vida marinha e criando leis semelhantes a essa proibição. Nas Ilhas Virgens Americanas, a nova regra passará a valer a partir de março deste ano e, no Havaí, um veto similar entrará em vigor em 2021. A ilha caribenha holandesa de Bonaire também já está estudando essa possibilidade.

Diante desse novo cenário, que em breve deve se tornar comum na maioria do litoral mundial, as empresas de cosméticos precisarão buscar alternativas para seus produtos, criando substâncias que não afetem a vida marinha.

Veja: Por que os corais estão ficando branco?

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais