Por que a radiação é um grande problema para as viagens espaciais?

Estudos feitos pela Nasa definiram a radiação como uma das principais barreiras para a realização de missões para Marte.

Ir para o espaço, sem dúvidas, é o sonho de todo astronauta. Porém, o medo é um sentimento que também faz parte dessa viagem. Uma missão espacial, por mais que seja planejada, oferece alguns riscos para a vida dos tripulantes, e um fator perigoso é a radiação cósmica.

Um estudo feito pela Nasa (Agência Espacial Americana) identificou a energia radioativa como um dos principais problemas de uma viagem pelo espaço que ultrapasse a órbita terrestre. Além de afetar fisicamente o astronauta, ela pode prejudicar funções cerebrais, comprometendo a segurança da pessoa.

Segundo o radiologista oncologista Munjal Acharya, principal autor da pesquisa, o contato com a radiação pode fazer com que o cosmonauta tenha dificuldades para tomar decisões e reagir a imprevistos. O estudo, que foi feito utilizando camundongos, ainda apontou que, em uma viagem à Marte, pelo menos um de cinco tripulantes voltaria para a Terra com graves sequelas nas funções cognitivas.

Ao entrar em contato com uma pessoa, a radiação penetra no corpo, atravessando a pele. Enquanto se espalha pelos tecidos, a energia liberada por ela vai fragmentando as células de DNA que encontra pelo caminho. E é por isso que ela causa danos para a saúde, podendo afetar a memória, o aprendizado e outras funções cerebrais.

Para tentar proteger os astronautas, é preciso mantê-los o mais distante possível da radiação. A grande questão é: como fazer isso durante uma viagem espacial? A ciência ainda está buscando a melhor saída para essa questão, mas sabe-se que uma das alternativas é manter um tipo de massa (terra, por exemplo) entre a energia radioativa e o ser humano. Isso fará com que a energia radioativa afete o material e sirva de escudo para o viajante.

O que é a radiação?

A palavra radiação é bem conhecida e não é raro vermos artigos sobre ela. Porém, muitas pessoas não sabem defini-la com exatidão. De forma genérica, a radiação é uma energia. Ela está presente em ondas eletromagnéticas ou carregada por partículas. Quando encontra uma “barreira” (nesse caso, um astronauta ou uma nave espacial), ela irradia essa energia, causando danos ao material atingido.

O espaço é um lugar onde a presença da radiação é constante e bastante forte. Apesar da Terra estar no espaço, ela é protegida da energia radioativa por causa da bolha protetora que envolve nosso planeta, chamada de magnetosfera. Em Marte, por exemplo, não há esse tipo de proteção, o que manteria os astronautas em perigo durante uma viagem ao planeta vermelho.

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais