Onde e como surgiu a árvore de natal?

Conheça um pouco sobre a história deste, que é um dos símbolos do natal.

Existem muitas teorias a respeito do surgimento da árvore natalina. Uns dizem que o criador foi Martinho Lutero, outros apontam que árvore foi iniciada nos cultos pagãos da Europa.  Mas parece que nem uma das teorias está correta.

Para entender melhor é necessário saber que as árvores que não perdiam a folhagem no inverno eram consideradas como símbolos da vida. Em grande parte da Europa muitos a viam assim, mesmo antes do cristianismo. Como essa crença era associada ao paganismo, muitos cristãos foram adversos a ela.

Por mais curiosas que sejam as histórias sobre o uso de árvores ainda não é possível enxergar uma associação com o texto natalino. No século XVI começam aparecer às primeiras teorias que ligam árvore ao natal. Há quem defenda que Martinho Lutero foi o inventor da árvore natalina, mas ainda é necessário embasamento histórico. A teoria pode ter ganhado força porque na mesma época em que Lutero viveu em Riga, na Letônia, em 1510, e em Estrasburgo, na França, em 1521, há registros de que árvores foram usadas como símbolos natalinos. 

A teoria mais plausível é que as árvores de natal foram oriundas das peças de teatro medieval, pois no final da Idade Média os dramas bíblicos tornaram-se grandes produções teatrais apresentadas em praça pública.  As peças natalinas faziam menção á historia do surgimento do mundo. Sendo assim, obrigatoriamente o cenário trazia a árvore do paraíso e suas frutas.

No século XVI aconteceu a proibição desses espetáculos teatrais e para suprir a falta dos mesmos às pessoas começaram a montar as árvores em casa.  As primeiras árvores montadas nem foram chamadas de árvores de natal, eram nomeadas de “paraísos” e enfeitadas com biscoitos grandes e redondos como símbolo da eucaristia.   

Com o passar dos anos o costume tornou-se popular.  As críticas por parte dos clérigos também, eles defendiam que árvore de natal distraia as pessoas da verdadeira árvore, Jesus Cristo. Ainda com todos os protestos as árvores de natal também invadiram os templos.

No inicio do século XIX os imigrantes alemães levaram o costume para os ingleses e americanos.  A popularização da árvore de natal teve uma proporção ainda maior quando a Vitória, do Reino Unido, montou em seu palácio em 1941 uma grande árvore.

Foto: Reprodução Internetarvore de natal

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais