O que são buracos negros?

Apesar de serem invisíveis, imagens de um buraco negro na galáxia M87 foram feitas após o trabalho de pelo menos 200 cientistas.

O espaço é um ambiente com muitos mistérios para serem desvendados. Não é à toa que as pesquisas sobre astronomia demoram para serem concluídas e demandam muita observação. E, quando o assunto é buracos negros, esses estudos ganham uma importância especial. De acordo com a NASA, existem pelo menos 10 milhões de buracos negros estelares. Esse número é resultado de cálculos baseados no tempo médio de vida de uma estrela e a idade de nossa galáxia.

Os buracos negros são regiões do espaço com uma grande quantidade de massa, porém em um espaço reduzido. Eles possuem um campo gravitacional extremamente forte, atraindo para si qualquer coisa, inclusive a luz. O material pode ser puxado para dentro do buraco ou ficar circulando à sua volta.

O tamanho dos buracos negros estelares é variável. De acordo com a NASA (Agência Espacial Norte-Americana), o menor deles pode ter o tamanho de um átomo, enquanto os maiores podem ter um milhão de vezes (no mínimo) a massa do Sol, esses chamados de supermassivos. Mesmo os mais pequenos contém uma força surpreende.

Apesar de serem invisíveis, imagens de um buraco negro existente na galáxia M87, foram feitas após o trabalho de pelo menos 200 cientistas. Apesar do buraco ser negro, é possível ver a luz atraída por ele, sendo aceitável a captação de fotos do mesmo através de telescópios de alta qualidade. As imagens foram divulgadas pela National Science Foundation.

Quantos dias tem um ano em cada planeta do Sistema Solar?

Foto: EVENT HORIZON SCOPEPrimeira imagem de um buraco negro é registrada.
Primeira imagem de um buraco negro é registrada.

Como os buracos negros surgem?

Essas regiões com acúmulo de massa se formam quando uma grande estrela morre. O centro dela entra em colapso, produzindo uma explosão denominada supernova, e produzindo então um buraco negro.

No caso dos buracos negros supermassivos, a forma como eles surge ainda é duvidosa. Algumas teorias falam que eles surgiram após a colisão de diversos buracos negros, ou através de colapsos de gás.

Por que é importante ter imagens de buracos negros?

A captação de imagens de um buraco negro tem sido considerada a evidência mais concreta da Teoria da Relatividade, criada em 1905, por Albert Einstein. Ela explica a lei da gravidade e sua relação com as demais forças da natureza. Além disso, ver esses buracos é a “coroação” de anos de pesquisa em astronomia, em um projeto que envolveu cientistas de vários países.

Aprenda também: Por que Plutão não é mais um planeta?

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais