O que é o Janeiro Roxo?

No primeiro mês do ano, uma das campanhas realizadas é o Janeiro Roxo, que visa conscientizar as pessoas a respeito da Hanseníase.

Tem sido cada vez mais comum a divulgação de campanhas de saúde utilizando cores. A cada mês diferente, um novo tema é posto em pauta para ser debatido e desmistificado na sociedade. No primeiro mês do ano, uma das campanhas realizadas é o Janeiro Roxo, que visa conscientizar as pessoas a respeito da Hanseníase.

A Hanseníase é uma doença infecciosa, causada pela bactéria Mycobacterium leprae (também chamada de bacilo de Hansen). Antigamente, essa doença era conhecida como lepra. Estudos apontam que a enfermidade existe há mais de 4 mil anos, tendo casos registrados na China, Índia e Egito.

A bactéria causadora da doença foi identificada em 1873, pelo cientista Armauer Hansen. Após a descoberta, foi possível desenvolver a cura para a Hanseníase. Atualmente, o tratamento para ela é feito de forma gratuita em todo o mundo. Quando não é tratada adequadamente, a enfermidade pode causar sequelas.

Conheça a síndrome que causa fome incontrolável em seus portadores

Foto: Reprodução InternetA Hanseníase é uma doença que, antigamente, era conhecida como lepra. Atualmente, ela possui cura.
A Hanseníase é uma doença que, antigamente, era conhecida como lepra. Atualmente, ela possui cura.

Transmissão

Por ser uma doença contagiosa, ela pode ser transmitida de uma pessoa para outra. A transmissão se dá por meio da convivência próxima e prolongada com o paciente doente e que não está recebendo tratamento, através do contato com a saliva ou secreção do nariz. Tocar na pele da pessoa portadora da Hanseníase não causa do contágio.

Depois que o paciente inicia o tratamento, não há mais risco de transmissão, podendo conviver normalmente com outras pessoas.

Sintomas

Depois que a bactéria é transmitida para uma pessoa, ela passa por um período de incubação antes de apresentar os sintomas, que varia de seis meses a cinco anos.

Os sintomas que a pessoa apresenta são manchas na pele, que podem ser mais claras, vermelhas ou mais escuras, que inicialmente são pouco visíveis e com limites imprecisos. A sensibilidade no local das manchas também é afetada. Na região, acontece a perda de pelos e ausência de transpiração.

Conforme a doença vai se desenvolvendo, pode ocorrer incapacidades físicas e o aparecimento de caroços e/ou inchaço nas partes mais frias do corpo (como orelhas, mãos, etc).

Prevenção

Não há uma maneira exata de prevenir a Hanseníase. Porém, ter hábitos saudáveis, alimentação adequada e evitar o uso de drogas (lícitas e ilícitas), é uma maneira de manter o corpo mais resistente às bactérias. A vacina BCG também é uma aliada da prevenção, pois melhora a resposta imunológica do organismo.

Descubra também: O que é a Doença de Lyme, contraída pelo cantor Justin Bieber?

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais