O que é o festival das cores e como ele surgiu?

Veja o que é essa festa colorida e o motivo de ela existir.
Foto: Reprodução InternetFestival das Cores

O Festival das Cores, que também é chamado de Holi, já conquistou diversos lugares do mundo. Ele, inclusive, já é realizado em várias cidades brasileirase talvez até você já tenha participado dele alguma vez. Para muitas pessoas, o festival é apenas uma festa legal, para onde elas vão em busca de diversão. Porém, sua origem vai além de se divertir.

A comemoração do festival tem origem indiana. Ele é realizado no país entre os meses de fevereiro e março, no período da lua cheia. Durante o Holi, os participantes atiram tintas coloridas em pó uns nos outros. Esse pó de diversas cores é chamado de gulal. A festa também conta com muita música, bebida e comida. As pessoas, tradicionalmente, se vestem de branco para participar das comemorações.

Foto: Reprodução InternetFestival das Cores

Não se sabe ao certo quando essa comemoração surgiu, mas segundo historiadores, ele teve inicio muitos séculos antes de Cristo. Além de ser uma celebração do início da primavera, o Holi é uma homenagem ao deus Krishna e também o triunfo do bem sobre o mal.

Durante o Holi, é o período onde as pessoas esquecem suas diferenças. Não existem divisões de castas, classe social, cor de pele, origem ou religião. Todos se divertem juntos, sem preconceitos ou acepção de pessoas. Além claro, de ser comemorada por todos, desde crianças até idosos.

Além de toda a festa, também são realizados alguns rituais, momentos de orações e reflexões durante o evento.

Foto: Reprodução InternetFestival das Cores

Lenda

De acordo com uma lenda indiana, o surgimento do Festival das Cores tem envolvimento com o rei Hiranyakashyap. Segundo conta a história, o rei queria que todos do seu reino o adorassem, mas seu filho Prahlad o contrariou, por ser devoto de Vishnu. Para se vingar do filho, o rei, que era como um demônio, pediu que sua irmã Holika, que era imune ao fogo, pegasse Prahlad no colo e entrasse no fogo, para que ele morresse queimado.

Ela concordou, porém, como estava usando seu poder para o mau, houve uma inversão de imunidade ao fogo, sendo Holika queimada e Prahlad preservado com vida, ileso. Esse é um dos motivos de celebração do festival, que comemora a vitória do bem sobre o mal.

Na cultura hinduísta, o bem é representado pela primavera e o mal pelo inverno. Em algumas partes da Índia, efígies de Holika são queimadas porque os hindus acreditam que as cinzas trazem boa sorte para as pessoas.

Foto: Reprodução InternetFestival das Cores

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais