O que é a Síndrome de Savant?

A doença, considerada rara, proporciona capacidades extraordinárias para seus portadores.

Com o avanço da medicina e com o fácil acesso à informações, as síndromes são doenças que tem cada vez se tornado mais conhecidas por parte da população. E as síndromes podem ter diversas características e causas, dependendo do problema de saúde que ela acarreta.

Hoje vamos falar da Síndrome de Savant ou Síndrome do Sábio, que apesar de ser uma doença, pode proporcionar aos seus portadores algumas habilidades que poucas pessoas saudáveis possuem. Essa síndrome é um distúrbio psíquico raro, que resulta em graves falhas intelectuais. Normalmente quem tem essa rara condição sofre com dificuldades para se comunicar, compreender o que é transmitido para si e não consegue estabelecer relações interpessoais. 

A maioria de seus portadores nascem com a doença e geralmente são pacientes com algum grau de autismo, mas ela também pode aparecer como consequência de traumatismo cerebral e encefalite. Apesar de não ter cura, a doença possui tratamento para amenizar os sintomas.

As principais características dessa doença são habilidades incomuns para pessoas com algum tipo de deficiência mental – e muitas vezes até para pessoas normais. Veja abaixo os “sintomas” da Síndrome de Savant:

- Memorização: É um dos sintomas mais comuns. O portador possui grande capacidade de memorizar dados, como por exemplo, listas telefônicas e dicionários completos.

- Cálculos: Resolver questões matemáticas complexas sem usar papel ou calculadora não é um problema para a maioria dos portadores da Síndrome de Savant.

- Habilidade musical: Também está entre os sintomas mais comuns.  Eles possuem a capacidade de aprender música com facilidade, sendo capazes de reproduzir uma peça musical inteira com perfeição após ouvi-la apenas uma vez.

- Habilidade artística: São ótimos desenhistas, pintores ou escultores de peças bastante complexas.

- Linguagem: Apesar da dificuldade para se comunicarem, eles tem grande facilidade para aprender, compreender e falar várias línguas.

Normalmente, essas habilidades extraordinárias são desenvolvidas durante o tratamento da doença, que consiste basicamente em terapia ocupacional. Há casos também em que a doença que levou a existência da síndrome é tratada, melhorando ainda mais a qualidade de vida do paciente.

Dois casos muito famosos de pessoas portadoras da Síndrome são dos norte-americanos Kim Peed (1951-2009) e John Nash (1928-2015), que inspiraram os filmes Rain Man e Uma Mente Brilhante, respectivamente.

Foto: Reprodução Internetmente

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais