O que é a Crescente Fértil?

Conheça um pouco mais da história das civilizações.

Como o próprio nome já diz, a Crescente Fértil é totalmente ligada à fertilidade e prosperidade. É o nome dado a uma região do Oriente Médio, que foi o berço de diversas civilizações. Ela abrange a área onde ficava a Mesopotâmia (atual Iraque) e o Levante (onde hoje é território da Palestina, Israel, Jordânia, Chipre, Líbano e Síria). O local possui aproximadamente 500 mil km² de extensão.

A região é extremamente propícia à agricultura, o que contrasta com a paisagem do deserto. Essa condição é possível graças aos rios Tigre e Eufrates, que nascem na Turquia, entre as montanhas Taurus. O curso dos rios passa pela região, garantindo o acesso à água potável (tanto para pessoas como para os animais) e irrigação para as lavouras.

É por causa desses rios – somando também o rio Nilo e ao rio Jordão – que as civilizações conseguiram se desenvolver e prosperar na região. Foi nesses locais que povos antigos criaram coisas que usamos até hoje, como por exemplo, a roda e a escrita. A região já era ocupada há cerca de 8 mil anos a.C. Sem os rios, provavelmente, nenhuma civilização conseguiria existir por muito tempo nesta área.

O desenvolvimento social, cultural, econômico e político também aconteceram inicialmente na região. As ciências também tiveram grandes avanços na Crescente Fértil. Com isso, as civilizações passaram a se fixar nos locais e construir cidades, onde produziriam seu próprio alimento e construiriam moradia.

Na Crescente Fértil, também é possível encontrar uma rica biodiversidade, com diversas espécies de animais e plantas. Além disso, a região possui uma grande riqueza arqueológica, com inúmeras peças feitas há centenas de anos atrás. É através desse material, que é riquíssimo em conteúdo histórico, que podemos entender melhor sobre nossos antepassados e povos que viveram há muitos anos atrás.

Os principais povos que se desenvolveram na região foram os egípcios, sumérios, hebreus, fenícios, persas, assírios, acádios e mesopotâmicos.

O termo “Crescente Fértil” não é tão antigo quando a região. Ele foi criado em 1906, por um arqueólogo e historiador dos EUA, chamado James Henry Breasted, na obra “Ancient Records of Egypt”. Desde então, o nome passou a ser usado para se referir à região. A palavra crescente é usada porque, se fizermos um desenho contornando a região, ela terá o formato de uma lua crescente.

Foto: Reprodução InternetCrescente Fértil

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais