O que é a campanha Agosto Lilás?

O mês de agosto é um mês muito importante quando o assunto é campanha de conscientização. Descubra qual o objetivo dessa campanha.

O mês de agosto é um mês muito importante quando o assunto é campanha de conscientização. Batizado como o mês lilás, ele visa combater um problema que, infelizmente, ainda assombra a vida de muitas pessoas em todo o mundo: a violência contra a mulher.

Engana-se quem pensa que violência contra a mulher é apenas quando um homem lhe agride fisicamente. Além da lesão corporal, os tipos mais comuns de violência contra a mulher, de acordo com a legislação, são a ameaça, estupro, feminicídio, crimes contra a honra e até mesmo contra a liberdade de expressão. Em grande parte dos casos, esses tipos de violência ocorrem quando a vítima e o agressor vivem em um relacionamento abusivo.

A campanha tem como principal foco conscientizar as mulheres da importância de denunciar o agressor. No Brasil, a lei que mais dá amparo para as vítimas de casos de violência contra a mulher é a Lei 11.340/2006, mais conhecida como “Maria da Penha”. Em 2018, a lei completa dois anos de existência.

No Brasil, em média 12 mulheres são assassinadas todos os dias em decorrência de violência doméstica. Somente em 2017 o país registrou 4.473 casos de homicídios dolosos, sendo que desse número, 946 são feminicídios. Esses números significam um aumento da violência doméstica em 6,5%, se comparado ao ano de 2016.

Nem todos os casos de violência contra a mulher acabam em morte, mas muitas vezes, as agressões duram anos devido ao fato de a vítima não denunciar o agressor. Os motivos para isso são variados: dependência emocional, financeira, medo, ameaças ou até mesmo por não saber a quem pedir ajuda. Em alguns casos, a mulher registra a queixa contra o autor do crime, mas a retira em seguida por diversos motivos.

O Agosto Lilás visa conscientizar sobre a importância de realizar as denúncias, pois raramente as agressões acontecem apenas uma vez. É essencial que as vítimas reconheçam o problema que estão vivendo e saibam perceber que não são as culpadas e não merecem passar por agressões físicas e psicológicas. 

Para denunciar, a vítima deve procurar uma delegacia. Se a cidade possuir, a Delegacia da Mulher é a responsável por atender esse tipo de casos.  Há ainda como denunciar através do telefone 180, onde as informações podem ser repassadas de forma anônima.

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais