O que acontece com o cérebro quando escutamos nossa música favorita?

Segundo um estudo publicado na revista Scientific Reports, uma música que gostamos nos causa prazer, mas uma música favorita pode nos fazer submergir a nostalgia.

Todos nós temos uma música favorita, mesmo que ela mude ao longo do tempo, quando novas músicas vão surgindo. As canções elas mexem diretamente com o nosso cérebro.

Segundo um estudo publicado na revista Scientific Reports, uma música que gostamos nos causa prazer, mas uma música favorita pode nos fazer submergir a nostalgia.

Através de uma ressonância magnética (fMRI), neurologistas americanos fizeram um mapa da atividade cerebral de 21 pessoas, todas voluntárias, durante o tempo em que escutaram diversas músicas diferentes, de diversos gêneros musicais.

Cada voluntário ouviu seis músicas diferentes, sendo que uma delas é a favorita de cada um deles. Os cientistas puderam perceber, pela atividade cerebral, quais músicas o voluntário gostava ou não.

Escutar uma música que gostamos, sem ser a canção favorita, atinge os hemisférios cerebrais denominados rede de modo padrão. Eles desempenham um papel nos pensamentos concentrados no interior do cérebro.

Quando escutaram a música favorita, os voluntários desencadearam atividades no hipocampo, região que desempenha um papel fundamental nas emoções vinculadas à socialização e também na memória.

Apesar da diferença do gosto musical de cada pessoa, os cientistas puderam constatar que os padrões de fMRI eram similares, independente do voluntário.

Com os resultados, o estudo sugere que ouvir a música favorita pode ajudar a tratar a perda de memória. Porém, para afirmar isto com certeza, mais pesquisas são necessárias.

Foto: Reprodução Internetmúsica

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais