O primeiro CPF cadastrado foi o número 000.000.000-01?

Descubra qual a lógica da numeração do Cadastro de Pessoa Física.

Ao contrário do que parece lógico, o número que recebe o CPF não possui uma ordem numérica. Não é como uma fila de banco, em que a senha é distribuída por ordem de chegada (1, 2, 3, 4...)

Cada CPF é criado a partir de duas séries de números, que são definidas de acordo com alguns dados da pessoas, como por exemplo, a cidade em que o cidadão mora. Essas duas séries são combinadas e formam uma única numeração. Essa regra é usada para que possa ser verificado se o CPF é válido ou não, por meio de uma fórmula.

Foto: Reprodução internetCPF
 

Surgimento

O CPF – Cadastro de Pessoa Física foi criado no ano de 1968, pelo Ministério da Fazenda. O objetivo era identificar os cidadãos que faziam a Declaração de Imposto de Renda. Quando criado, ele era chamado de CIC – Cartão de Identificação do Contribuinte. Com o tempo, o CIC passou a ser chamado somente de CPF.

Atualmente, o CPF é, juntamente com o RG, o dado mais importante e mais solicitado para nossa identificação. Ele não serve somente para identificar os contribuintes junto a Receita Federal, mas sim para identificar qualquer cidadão, inclusive os com poucos meses ou anos de vida.

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais