Mitos e verdades sobre a micropigmentação de sobrancelhas

Saiba quais os mitos e verdades sobre esse procedimento estético que tem conquistado cada vez mais mulheres (e homens!).

A técnica usada para corrigir falhas nas sobrancelhas é nova queridinha do universo feminino. Mas é importante saber tudo a respeito desse procedimento estético porque algumas precauções devem ser tomadas para que tudo saia perfeito.

Como é feito o procedimento?

As sobrancelhas fartas tomaram o poder novamente, e para ter um sobrancelhão não é necessário o uso de maquiagem.  Apesar de a técnica ser bem dolorida, vale a pena.   

Conforme a dermatologista Natalia Cymrot, especialista em tratamentos estéticos, a micropigmentação é um tratamento semidefinitivo em que é feito uma espécie de tatuagem de forma delicada.  O desenho é feito pela profissional com um lápis simulando como será o resultando final.  Depois se aplica uma pomada anestésica que adormece o local e torna o procedimento menos dolorido.  Com um conjunto de agulhas em forma de lâminas o pigmento é adentrado na camada superficial da pele.  É importante consultar se todos os materiais usados no processo foram esterilizados ou eram descartáveis.

Cada paciente têm um formato de rosto diferente, por essa razão o processo é realizado individualmente para que a densidade de fios e formato de supercílios seja perfeita para cada face.  

Tatuagem ou micropigmentação?

A diferença entre as duas está no grau de profundidade. Na micropigmentação a aplicação do pigmento é feita na camada superficial da pele, já na tatuagem a injeção é inserida na derme que é muito mais profunda.

Por ser feita na camada superficial a micropigmentação não dura para sempre, geralmente dura até um ano. Então, novamente deve ser retocado.

Existem contraindicações?

A resposta é sim, micropigmentação não é pra todo mundo. O método deve ser evitado por alérgicos ou por pessoas com algum tipo de infecção próximo a área de aplicação do pigmento. Gestantes e diabéticos devem evitar o procedimento.

Para alguns especialistas a micropigmentação deve ser sempre acompanhada por um dermatologista, assim os riscos nocivos à saúde serão evitados. 

Foto: Reprodução Internetmicropigmentaçao

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais