Hoje é o Dia do Sexo! Descubra como surgiu essa data

A data surgiu para conscientizar as pessoas da importância de usarem preservativos.

Hoje, dia 06 de setembro, é considerado o dia do sexo. O dia foi escolhido através de uma brincadeira numérica por conta da data 6/9, que remete a uma posição sexual, chamada popularmente de “69”.

A “comemoração” do dia do sexo se popularizou através de uma campanha de marketing feita por uma marca de preservativos. O objetivo era conscientizar as pessoas da importância de usar camisinha durante a prática do sexo. O discurso da campanha, além de conscientizar, era descontraído, com o seguinte discurso: “Se existe Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças e Dia dos Namorados, por que não existir um Dia do Sexo, que deu origem a tudo isso?”.

O dia do sexo já havia sido proposto anteriormente, em 20 de novembro de 1935, com o objetivo de incentivar o debate sobre o assunto. Quem sugeriu a data foi um grupo chamado “Círculo Brasileiro de Educação Sexual”. A data não foi muito bem aceita, nem sendo lembrada pelas pessoas. Afinal, 6/9 é uma data muito mais sugestiva, certo?!

Curiosidade

Os brinquedos eróticos têm sido cada vez mais utilizados pelos casais. Segundo o G1, o estado brasileiro que mais produz e consome esse tipo de produtos é o estado de São Paulo. A marca Hot Flowers, localizada em Indaiatuba, produz mensalmente 800 mil unidades dos produtos, que variam entre 450 tipos de acessórios e cosméticos.

Segundo a Associação Brasileira de Empresas do Mercado Erótico (Abeme), no ano de 2016 a fábrica vendeu 9,5 milhões de itens por mês e é a maior de toda a América Latina. No mercado há 15 anos, a empresa exporta seus produtos para a Argentina, Colômbia, EUA e Espanha.

Consumo brasileiro, segundo a Abeme:

São Paulo: 33%
Rio de Janeiro: 16%
Minas Gerais: 11%
Paraná: 6%
Rio Grande do Sul: 6%
Goiás: 5%

Foto: Reprodução InternetSexo

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais