É errado chamar médico e advogado de “doutor”?

Descubra quem deve ser chamado de doutor.

Você já parou pra pensar qual o motivo de chamarmos um médico ou um advogado de “doutor”? Qual o motivo dessas profissões terem esse título e as demais não? Se sua resposta for porque elas são mais importantes que as demais, você está totalmente equivocado. Todas as profissões tem sua importância.

Chamar um médico ou um advogado de doutor, não é algo totalmente errado, mas só está completamente correto em um caso: se o profissional possuir o doutorado em sua formação acadêmica. Qualquer pessoa que fizer e concluir um doutorado tem direito ao título, independente da carreira. Pode ser um professor, um jornalista, um engenheiro, etc.

Mas então, quem inventou que uma pessoa que tem bacharel em medicina e advocacia é doutor? Essa ideia surgiu no tempo em que o Brasil ainda era uma colônia. Na época, os jovens ricos saíam do país para seguirem as duas profissões, e isso era o suficiente para lhes garantir tal status. Era a forma de demonstrar que aquelas pessoas eram superiores.

No ano de 1827, Dom Pedro I criou um decreto onde dizia que todas as pessoas que concluíssem os cursos de ciências jurídicas e sociais no Brasil, deveriam ser tratadas de maneira diferenciada, como doutores.

Com o passar do tempo, o decreto deixou de existir, mas o hábito de chamar esses profissionais de doutores, não. Muitas vezes, tratamos esses profissionais assim por respeito ou educação, o que pode ser um gesto legal. Mas se você não quiser trata-los assim, fique a vontade, pois oficialmente, o que vale é a regra do dicionário.

Segundo o Dicionário Aurélio, a palavra doutor é definida como:“Indivíduo que recebeu o maior grau universitário, com direito a usar as insígnias de borla e capelo”.

Antes de qualquer profissional se tornar doutor, ele precisa concluir as etapas acadêmicas:

1 – Graduação: É o primeiro nível de aprendizado que um aluno tem na faculdade. O curso pode ser de bacharelado ou licenciatura. A diferença entre ambos é que, quando se opta pela licenciatura, se tem a possibilidade de lecionar sobre a matéria posteriormente.

2 – Mestrado: É mais conhecido atualmente como curso de pós-graduação. Nesse caso, o aluno irá aprender mais sobre uma área de atuação dentro da sua profissão.

3 – Doutorado: Quando conclui a terceira etapa, ai sim o profissional recebe o título de doutor. No doutorado, ele irá se aprofundar mais na especialização escolhida na pós-graduaç

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais