Do que é feito o batom?

Descubra do que é feito um dos cosméticos mais vendidos no mundo.

O batom é um dos cosméticos mais usados pelas mulheres atualmente. Até o século XIX, o batom era usado por mulheres consideradas promiscuas, assim como a própria maquiagem. Mas, no século XX, as coisas foram evoluindo e o batom passou a ser aceito na sociedade, e hoje, é um dos maiores sucessos no mercado de produtos de beleza.

Foto: Reprodução Internetbatom
 

Para muitas, ele é um item indispensável e que precisa ser levado para todos os lugares. Para outras, ele só é usado em ocasiões especiais. Mas o fato é: quase todas as mulheres do mundo tem pelo menos um batom.

A variedade é imensa. Existem batons de todas as cores possíveis. Tudo criado com um objetivo: dar um brilho a mais aos lábios da mulherada. Mas, você sabe do que o batom é feito?

O batom é, principalmente, feito de cera. Normalmente, ele é feito com três tipos: cera de abelha, cera de candelila e cera de carnaúba. Essa combinação permite que o produto tenha a aparência que conhecemos.

Foto: Reprodução Internetbatom
 

A cera de abelha possui mais de 300 compostos químicos diferentes. A de carnaúba contribui para que o batom não derreta no sol, pois sua fusão só acontece a uma temperatura de mais de 90ºC. A cera de candelila é usada por dar ao batom um efeito plastificante, brilho e hidrofobicidade (habilidade de repelir em água, para que o batom não saia com a saliva).

A composição também possui óleo de rícino, ceras derivadas do petróleo e claro, um dos mais importantes componentes, o pigmento. Cerca de 5% do batom é formado apenas por corantes e pigmentos. Alcoóis também fazem parte do produto e servem como solvente no processo de produção e como hidratante.

Alguns outros ingredientes são usados, como antioxidantes, conservantes, aromatizadores, FPS, entre alguns outros produtos químicos.

Foto: Reprodução Internetbatom

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais