Desmistificando: O que é o vodu haitiano?

Ao contrário do que se imagina, o vodu haitiano é uma religião e não tem ligação com a feitiçaria e o satanismo.

Quando se fala em vodu, a maioria das pessoas lembra daqueles bonecos que controlam as pessoas. Um exemplo muito conhecido é o do desenho animado ‘Pica-pau’, onde a prática é demonstrada. Mas, essa visão é superficial. Se tratando do Haiti, o Vodu tem grande importância e utilidade na cultura desse país.

O Vodu haitiano (também chamado de Vodou e Sèvis Gine em seu país de origem) é uma religião que atua como uma forma de “sistema de saúde”. Baseada em santos padroeiros e espíritos ancestrais, seu objetivo não é apenas compreender o sentido da vida, mas também fornecer cura religiosa para os necessitados.

Assim como na maioria das religiões, o Vodu prega a existência de um único Deus, chamado Bondye, palavra que vem do francês e significa “Bom Deus”. Porém, o contato com Deus é feito através de intermediários: antepassados, espíritos, santos e anjos.

Além disso, ele ensina para seus seguidores alguns valores, como ideias de honra e respeito a Deus, aos espíritos e a todas as pessoas, amor e sustentação dentro da família, a generosidade com a comunidade e com pessoas necessitadas e a não discriminação de outras pessoas.

Foto: Wikimedia CommonsDesenho faz representação de ritual de Vodu haitiano.
Desenho faz representação de ritual de Vodu haitiano.

Essa religião foi influenciada por escravos fugitivos e nasceu da mistura do catolicismo com a espiritualidade das Áfricas Central e Ocidental. De acordo com o antropólogo Nicholas Vonarx, praticantes transformavam espaços religiosos em locais terapêuticos, onde doentes procuravam a cura.

Por ter fama de ligação com a feitiçaria e ao satanismo, o Vodu haitiano foi proibido entre os anos de 1835 a 1987, porém, nunca deixou de ser praticado. Anos antes, inclusive, em 1791, ele serviu como uma forma de resistência contra o império colonial francês.

No século 19, as práticas dessa religião se mantiveram sólidas mesmo com a proibição e ainda passaram a ser utilizadas pela elite (de forma secreta, claro).

Como uma forma de reprimir o Sèvis Gine, a Igreja Católica forçou o Haiti a adotar o catolicismo como religião oficial. Juntamente com instituições protestantes, campanhas combatendo tal religião foram lançadas e diversos ataques aconteceram aos templos e objetos utilizados pela crença haitiana.

Apesar de todo esforço para combate-lo, o Vodu se manteve firme e é praticado até hoje, não somente no Haiti, mas também em alguns locais dos Estados Unidos, América do Sul e África.

Veja também: Onde ficava o Jardim do Éden?

Aprenda: O que é o rastafarianismo?

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais