Descubra alguns pratos estranhos consumidos pelo mundo

Conheça esses pratos bastante estranhos que fazem parte do cardápio de alguns países.

Apesar dos brasileiros estarem acostumados com o popular arroz, feijão, carne, ovo e salada, hoje já estão incluso nos cardápios e restaurantes do país alimentos de diversas culturas mundiais. Não é difícil encontrar restaurantes japoneses, mexicanos, árabes e tantos outros em nosso país. No início, a ideia de comer o peixe cru dos sushis e sashimis parecia algo bizarro, porém hoje é um dos queridinhos em nosso país.

Alguns pratos e alimentos servidos no mundo ainda conseguem ser, ao nosso ponto de vista, muito mais estranhos e bizarros do que peixe cru. Já se imaginou comendo morcego? Tomando um vinho de camundongo bebê? Provavelmente não. Mas, esses são apenas dois exemplos de iguarias bem estranhas utilizadas como alimentos. Veja abaixo mais exemplos de alimentos estranhos.

Aranhas fritas: Elas são oferecidas como petiscos em Camboja. As aranhas são servidas com limão e pimenta preta.

Ostras das montanhas rochosas: Servido em partes dos EUA e do Canadá, esse prato se trata de testículos de touro, búfalo ou javali fritos.

Balut: É um ovo fecundado, com um embrião praticamente todo desenvolvido. Esse ovo é servido cozido. Ele é muito comido nas Filipinas, Camboja, China e Vietnã.

Filhotes de rato: Esse prato é servido no Vietnã e é feito com filhotes de ratos grelhados com molho feito de gengibre, alho e vinagre.

Sanduíche de cérebro frito: O sanduíche é recheado com cérebro de bezerro frito, que no México é usado também em tacos e burritos. O sanduíche é encontrado nos EUA e acompanha bastante molho.

Flores fritas: As flores fritas são muito comuns na Tailândia e é adorada pelos vegetarianos do país.

Sopa de morcego: É uma receita famosa na Ásia e é feita com morcegos inteiros, leite de coco e legumes.

Cabeça de salmão fermentada: A cabeça desse peixe é comida praticamente decomposta por habitantes do Alasca. É comido cru com uma pasta de ervas. Antes do consumo, a cabeça do peixe fica enterrada em um saco plástico por uma semana.

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais