Como foram criadas as alianças de namoro, noivado e casamento?

Saiba como essa tradição surgiu e o que ela significa para os casais.

A aliança é um dos itens mais importantes durante o noivado e casamento. Para algumas pessoas, ela possui a mesma importância durante o namoro. Quando uma pessoa desperta o interesse de outra, normalmente, a primeira reação é olhar para as mãos e ver se um indício importante de que ela é comprometida está presente: a aliança.

Atualmente, elas são fabricadas para agradar todos os gostos. Podem ser de prata, ouro, ouro branco, com pérolas, brilhantes, pedras preciosas, desenhos, de diferentes larguras e uma infinidade de outras variações. Tudo para agradar da melhor maneira possível os casais apaixonados. Acredita-se que o formato do anel é um círculo por não ter início nem fim, simbolizando a união, compromisso e amor eterno.

Foto: Reprodução InternetAlianças

A tradição das alianças surgiu como forma de simbolizar a união e compromisso entre duas pessoas. A palavra vem do latim alligare, que originalmente significa “compor, ligar-se a”.

Existem registros de que esse objeto começou a ser usado em 3.000 a. C. por povos egípcios e hindus, para simbolizar a união entre pessoas. No século XIII, a aliança passou a ser símbolo da união de duas famílias, através dos casais. Na Grécia, a aliança foi introduzida por Alexandre, o Grande, e ela era utilizada na mão esquerda, hábito que permanece até os dias de hoje quando a aliança significa casamento.

O anel de noivado surgiu em 860 d. C. quando o Papa Nicolau I criou um decreto instituindo o uso da aliança de noivado como forma de assumir publicamente o compromisso do homem com a noiva escolhida para se tornar sua esposa. Nesse caso, a aliança era usada na mão direita enquanto estavam noivos, e depois do casamento, passaria para a mão esquerda. Essa tradição ainda permanece viva nos dias atuais.

Já as alianças de namoro ou compromisso surgiram nos anos 50, como forma de demonstrar que, com o tempo, o compromisso entre o casal se tornaria mais sério e que o objetivo do namoro era a constituição de uma família no futuro. Por alguns anos, elas deixaram de ser utilizadas, mas retornaram a moda e hoje muitas pessoas usam, como forma de demonstrar amor e fidelidade entre o casal, além de claro, ser mais uma forma de as joalherias reforçarem suas vendas.

Foto: Reprodução InternetAlianças

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais