Como foi feita a construção dos bondinhos do Pão de Açúcar?

Os bondinhos levaram três anos para serem construídos e sua obra contou com a ajuda de 100 alpinistas.
Foto: Reprodução InternetPão de Açúcar

O bondinho do Pão de Açúcar é um dos principais pontos turísticos da cidade do Rio de Janeiro. Ele encanta por sua beleza e complexidade. É difícil visitar o local e não pensar “Nossa, como eles conseguiram fazer essa construção em um local assim?”.

Construído entre o período de 1909 e 1912, a obra teve a participação de cerca de 400 pessoas. Seu custo foi de 2 milhões de contos de réis, valor que hoje seria equivalente a aproximadamente 100 bilhões de reais.

Para iniciar a construção, um grupo de 100 alpinistas se uniu para levar, em mochilas, peças para a construção de um guincho manual e cordas. Quando chegaram ao topo, eles montaram o guincho e, através dele, um cabo de aço de 550 metros foi puxado para cima. Uma ponta do cabo foi fixada no guincho e a outra ficou fixada na Praia Vermelha.

Através desse cabo, um elevador foi instalado para que as quatro toneladas de material e os operários pudessem chegar ao topo do morro. A edificação no topo do morro do Pão de Açúcar foi construída em uma altura de 220 metros. Foram instalados também um cabo mais resistente, que seguraria os bondinhos, e também uma oficina para manutenção.

Com o auxílio de um guindaste, os bondinhos foram presos aos cabos de aço, que já possuíam sulcos, por onde os oito pares de roldanas deslizava, possibilitando que o bondinho fizesse viagens de subida e descida. Inicialmente, as viagens duravam seis minutos.

Para construir o trecho entre o Pão de Açúcar e o Morro da Urca, a operação dos alpinistas se repetiu. A diferença é que, dessa vez, a escalada era um pouco maior: o trecho tem 750 metros de altura.

No local, é possível encontrar grande quantia de vegetação de Mata Atlântica, assim como diversas espécies de animais.

Foto: Reprodução InternetPão de Açúcar
 

Bondinhos

Os primeiros bondinhos usados no Pão de Açúcar eram feitos de madeira maciça. Eles foram fabricados na Alemanha e sua capacidade era para 17 pessoas. Sua velocidade era de 2 m/s.

Em 1970, os bondinhos foram substituídos por bondinhos brasileiros, com capacidade para 65 pessoas. Assim como a capacidade, a velocidade também aumentou para 10 m/s.

A última mudança foi feita em 2008, quando os bondes brasileiros foram trocados por bondinhos fabricados na Suíça. A capacidade e velocidade são as mesmas dos bondinhos anteriores.

Saiba também: O que significa a palavra 'carioca'?

Foto: Reprodução InternetPão de Açúcar
Foto: Dr. CuriosoBondinho

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais