Como é o processo de fabricação da cachaça?

A cachaça é uma bebida brasileira, que ganhou fama em todo o mundo. Ela pode ser consumida pura ou usada para fazer outras bebidas, como a caipirinha.
Foto: Reprodução InternetA cachaça é uma bebida brasileira, que surgiu com os escravos.
A cachaça é uma bebida brasileira, que surgiu com os escravos.

A cachaça é uma bebida brasileira, feita a partir da cana-de-açúcar, que foi inventada por acaso. Tudo começou quando, em 1637, o naturalista alemão Georg Marcgrave levou a primeira caldeira para produção de melado para o Estado de Pernambuco. Durante a produção, os escravos retiravam a borra doce que se concentrava na superfície da garapa borbulhante. O material era descartado em uma tábua, onde fermentava. Um dia, um dos escravos resolveu experimentar esse líquido fermentado e aprovou o sabor.

A partir disso, a cachaça foi criada, mas não se sabe ao certo como. Segundo o pesquisador Octávio Cavalheira, a partir dessa prova feita pelo escravo, alguém conseguiu destilar a garapa fermentada e transformá-la em aguardente. Atualmente, o processo é conhecido e tem, basicamente, quatro etapas.

O primeiro passo para a fabricação da cachaça é colher a cana-de-açúcar. O corte precisa ser feito rente ao chão, sem rachar os gomos. Para que a cachaça tenha qualidade, é preciso que a cana esteja madura, fresca e limpa, além de ser espremida em até dois dias após a colheita.

Depois, a cana passa pela moenda, uma máquina com cilindros giratórios que espreme o líquido da planta. Dessa matéria prima, 70% é usado para fazer a cachaça e o restante é bagaço, que serve de combustível para a fornalha do alambique.

O terceiro processo é o de fermentação, que é realizado em tanques chamados de dornas. Durante essa etapa, fubá ou farelo de arroz são acrescentados ao caldo, para auxiliar na multiplicação de microrganismos chamados de leveduras. Esses fungos transformam o açúcar da cana em álcool. Depois de fermentado, cerca de 12% do caldo é álcool e ele é chamado de vinho.

O último passo é a destilação. O vinho é despejado em um alambique, aquecido por um fogareiro. Quando o líquido atinge a temperatura de 78,3ºC, o álcool etílico evapora. Esse vapor sobe por uma coluna e volta ao estado líquido quando passa por uma serpentina, resfriada por água. A primeira parte da bebida (cerca de 10% do total) deve ser descartada. Chamada de “cachaça de cabeça”, ela possui alto teor de substâncias voláteis e que são prejudiciais ao organismo das pessoas, podendo causar desde cegueira até a morte. Após essa quantia descartada, a cachaça está pronta, contendo entre 38% e 54% de álcool.

Após a finalização do produto, existem duas opções: engarrafar a mistura imediatamente ou envelhece-la em barris de madeira, da mesma forma que é feito com o vinho de uva. A cor da cachaça irá variar de acordo com o tempo em que a cachaça foi envelhecida.

Aprenda também: Cinco benefícios de beber tequila

Veja também: Como é feito o leite em pó?

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais