Cinco Patrimônios da Humanidade que podem deixar de existir em breve

Muitos patrimônios estão ameaçados pelas mudanças climáticas e, como consequência, podem desaparecer em breve.

As mudanças climáticas que estão acontecendo no Planeta Terra são motivo para a preocupação de cientistas, líderes mundiais e até mesmo populares nos últimos anos. Cidades, os seres vivos e a natureza estão sendo afetados a cada dia e, inclusive, alguns locais considerados Patrimônio da Humanidade também estão correndo risco de desaparecerem.

Ao todo, 1121 lugares receberam o título de Patrimônio da Humanidade até o fim de 2019. A designação dos locais para receber tal título é dada pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) desde 1972. Entre eles, um estudo publicado na revista Nature apontou que, somente na costa do Mediterrâneo, 37 patrimônios correm o risco de sumirem, entre os 49 existentes.

Confira abaixo cinco patrimônios que estão sob ameaça de deixarem de existir, caso o planeta continue sofrendo grandes mudanças no clima:

Skara Brae

O local é um dos patrimônios mais antigos do mundo e também um dos mais ameaçados na lista da Unesco. O assentamento neolítico, que fica na beira da praia de uma ilha da Escócia foi habitado entre 3180 e 2500 a.C. e está em risco devido ao aumento do nível do mar.

Além disso, fortes tempestades tem acontecido com frequência na região, causando a erosão da costa da ilha. Consequentemente, Skara Brae está sendo afetada e podendo desaparecer em breve.

Foto: Reprodução InternetO Skara Brae é um assentamento neolítico que está ameaçado pelo aumento do nível do mar.
O Skara Brae é um assentamento neolítico que está ameaçado pelo aumento do nível do mar.

Moais da Ilha de Páscoa

Construídas pelo povo rapanui, as grandes estátuas de pedra também estão sendo ameaçadas pela água do mar, assim como a Skara Brae. A maioria dessas esculturas foi feita na beirada de penhascos e terrenos próximos ao mar, em locais que estão sofrendo com a erosão.

Foto: Site Viajar pelo MundoMoais da Ilha de Pascoa
A erosão tem sido o maior inimigo dos Moais da Ilha de Páscoa nos últimos anos.

Estátua da Liberdade

Entre um dos patrimônios mais famosos do mundo, a Estátua da Liberdade está correndo risco de ficar embaixo d’água, assim como toda a região ao seu redor. A previsão é que a área fique parcialmente submersa até 2100. Com o nível do mar aumentando a cada ano, muitas cidades costeiras irão desaparecer.

Foto: Reprodução InternetA Estátua da Liberdade pode ficar submersa até 2100 se o nível do mar continuar aumentando.
A Estátua da Liberdade pode ficar submersa até 2100 se o nível do mar continuar aumentando.

Veneza

A cidade é um dos principais pontos turísticos da Europa. Construída em cima de pequenas ilhas, Veneza possui canais que enchem com frequência, um fenômeno chamado de “acqua alta”, que é quando a maré sobe. Porém, também por causa do aumento do nível do mar, ela corre o risco de ficar tomada pela água.

Antes, a acqua alta acontecia em apenas alguns períodos, porém, o fenômeno está ficando cada vez mais frequente e afetando áreas cada vez maiores. Assim como a Estátua da Liberdade, a previsão é que até 2100 a água tome conta da região.

Foto: Getty Images/iStockphotoVeneza poderá ficar embaixo d água se medidas urgentes não forem tomadas.
Veneza poderá ficar embaixo d'água se medidas urgentes não forem tomadas.

Grande Barreira de Corais

Esse patrimônio é um dos que mais preocupa os cientistas. Não que os outros não sejam importantes, porém, os corais são um ecossistema rico e que abriga inúmeras espécies de vida marinha. Juntamente com a poluição do mar, água tem se tornado um inimigo desse grande ser vivo, porém, não é o aumento da água que preocupa, mas sim a temperatura.

Esse ecossistema é sensível a alta temperatura da água, que resulta no branqueamento dos corais. Isso significa que a “água quente” e ácida mata os corais. Consequentemente, as algas que vivem nele também morrem e os animais que ali habitam ficam sem alimento. Com isso, o risco de diversas espécies entrarem em extinção é real.

Foto: Reprodução InternetGrande barreira de corais
A Grande Barreira de Corais pode desaparecer devido ao aumento da temperatura da água do mar.

Como ajudar a reverter a situação do planeta?

O aquecimento global e as mudanças climáticas são temas debatidos há muitos anos, mas, aparentemente, as providências tomadas não tem surtido o efeito necessário para “estabilizar” a situação do planeta.

Nós, simples habitantes do planeta, não conseguimos sozinhos mudar o mundo. Porém, todos podem fazer sua parte e contribuir para a reversão desse quadro. Algumas medidas que podem ser adotadas no dia a dia são:

- Evite desperdiçar água;
- Não jogue lixo na natureza e encaminhe materiais recicláveis para empresas especializadas em reciclagem;
- Adote o uso de transporte coletivo para diminuir o número de veículos emitindo gases poluentes;
- Plante árvores;
- Ao ver pessoas fazendo ações que você sabe que serão prejudiciais ao meio ambiente, converse com a pessoa e busque conscientizá-la.

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais