China aluga e empresta seus ursos pandas; Saiba o motivo

O valor arrecadado pela China com essa forma de negócio é utilizado em estudos e pesquisas que visam preservar a espécie.

Os pandas gigantes são animais bastante fofos e que possuem várias curiosidades. Eles são um dos símbolos da China e, felizmente, estão conseguindo sair da lista de animais em extinção. Por se tratar de uma espécie ameaçada, o país possui uma série de cuidados com os animais de sua propriedade e os emprestam ou alugam para outras nações.

Essa ação pode ser considerada um pouco estranha, pois, afinal, alugar um animal parece algo inadmissível. Mas, o motivo para essa “transação” é nobre: tentar salvar de vezes os ursos pandas da extinção. Por causa do programa de reprodução em cativeiro que os chineses criaram, os animais já foram emprestados para 26 zoológicos de 18 países diferentes.

Foto: Reprodução InternetQuando um filhote de panda nasce, ele vira propriedade da China, mesmo que tenha nascido em outro país.
Quando um filhote de panda nasce, ele vira propriedade da China, mesmo que tenha nascido em outro país.

Graças ao programa, a China conseguiu mudar o status dos pandas em 2016 de “ameaçado de extinção” para “vulnerável”. Apesar disso, estima-se que existam apenas entre 500 e mil animais adultos vivendo de forma selvagem em montanhas isoladas do centro-sul do país oriental.

Porém, apesar do considerável sucesso do projeto, o número de animais nascendo ainda é baixo, pois os zoológicos não conseguem reproduzir com perfeição o habitat natural, diminuindo as chances de acasalamento. Por ser uma espécie solitária, em cativeiro os pandas não tem a oportunidade de escolher sua fêmea e nem sempre “rola um clima” entre o macho e a parceira, quando são colocados no mesmo ambiente. Para garantir que novos animais nasçam, tratamentos de fertilização in vitro são realizados com frequência.

Quando um panda nasce através do programa de reprodução, ele passa a ser de propriedade da China, mesmo que tenha nascido em outro país. Posteriormente, ele é enviado para o território chinês e será integrado como futuro reprodutor.

Apesar de muitos zoológicos se interessarem em ter um panda em sua lista de animais, é preciso lembrar que manter esses animais custa caro. Estima-se que ele seja o animal que cause mais gastos para as instituições e sustentá-lo custe cinco vezes mais do que um elefante, por exemplo. Além dos custos com os animais, ainda há a taxa a ser repassada para os chineses.

Foto: Reprodução InternetOs ursos pandas deixaram a lista de animais ameaçados de extinção em 2016.
Os ursos pandas deixaram a lista de animais ameaçados de extinção em 2016.

O valor arrecadado pela China com essa forma de negócio é utilizado em estudos e pesquisas que visam preservar a espécie. Mesmo com todas as informações coletadas até hoje, veterinários e cientistas ainda possuem muitas perguntas sem resposta quando o assunto são os ursos pandas.

Descubra também: Os 10 melhores zoológicos do mundo

Descubra também: Quanto tempo dura a gestação dos animais?

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais