“Cervos zumbis” estão sendo encontrados nos EUA por causa de doença

Pesquisadores temem que no futuro, problema possa atingir seres humanos.

O que parecia ser acontecimento exclusivo de filmes está se tornando parte da realidade de alguns moradores de diversos locais dos EUA. Os cervos, que sempre foram animais que temiam se aproximar dos humanos, estão mudando a forma de se comportarem, principalmente nos estados de Minnesota e Wisconsin. Por causa de uma doença, os cervos estão ficando semelhantes a zumbis e atacando pessoas.

Ainda se sabe pouco sobre a doença, que foi batizada de Doença Debilitante Crônica (CWD, em inglês), mas segundo a Revista Galileu, pesquisadores já descobriram que ela é causada por príons (proteínas que se tornam infecciosas por algum motivo).

Ao contrário dos vírus e bactérias, esses príons não possuem DNA e nem RNA. Além dos animais atacarem pessoas, outras características da doença são eles babarem muito, tropeçarem pela floresta e ficarem extremamente magros. As vítimas da CWD têm o cérebro e medula espinhal afetados, e começam a se deteriorar e perder os movimentos, até que seu sistema entre em colapso e o animal venha a óbito.

Apesar das doenças causadas por príons já terem afetado humanos, os primeiros resultados apontam que a CWD afete apenas cervos, alces e veados. Porém, o diretor do Centro para Doenças Infecciosas da Universidade de Minnesota, Michael Osterholm, alerta sobre um caso “semelhante”: a doença da “vaca louca”. Quando ela causou o sacrifício de 4,4 milhões de animais, não acreditava-se que ela pudesse afetar os humanos, mas pouco tempo depois 178 pessoas morreram por causa da doença.

A Doença Debilitante Crônica foi descoberta em 1960, em cervos que viviam em cativeiro, e em 1981 foi identificada também em espécies selvagens no Colorado. Desde então, o problema foi se espalhando para o estado de Wyoming, depois para o Centro-Oeste e Sudoeste dos EUA, hoje estando presente em 24 estados americanos. Felizmente, o número de animais infectados com a CWD em cada estado ainda é pequeno.

Foto: ThinkstockCervo

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais