Cães e gatos transpiram?

Assim como nos humanos, manter a temperatura corporal controlada é importante para os animais. Porém, o "suor" deles é bem diferente!

Para nós, humanos, a transpiração é uma função normal e muito importante realizada por nosso organismo. É através do suor que a temperatura corporal é controlada. E no caso de animais, o que acontece? Os cães e gatos também suam, mas de uma forma diferente.

Foto: StockSnapOs cães e gatos também transpiram, mas de forma diferente dos humanos.
Os cães e gatos também transpiram, mas de forma diferente dos humanos.

Ao contrário das pessoas, os cães não possuem glândulas sudoríparas, responsáveis pela produção do suor. O controle da temperatura corporal no caso desses animais é realizada pela língua, focinho e pelas almofadinhas das patas. É por isso que os cachorros passam boa parte do tempo de boca aberta!

Porém, ao invés de expelir o suor, como nos humanos, o cachorro libera de seu corpo o ar quente, ao mesmo tempo em que respira um ar mais fresco. Em dias de temperaturas mais altas, é comum o cão ficar mais ofegante e mais tempo com a boca aberta, pois a transpiração precisa acontecer com mais frequência. Para evitar problemas de saúde, é recomendado que o animal tenha um ambiente mais fresco para se abrigar.

A transpiração pelo focinho acontece em menor escala por ser uma região do corpo mais seca do que a língua, e nas almofadinhas ela também é limitada, pois elas estão em contato com o chão na maior parte do tempo.

No caso dos gatos, a “transpiração” acontece por meio de lambidas e, assim como nos cães, pelas almofadinhas das patas. Eles possuem pouquíssimas glândulas sudoríparas, localizadas em regiões estratégicas.

Foto: H. Hach/PixabayOs gatos se lambem para resfriar o corpo e para limpá-lo.
Os gatos se lambem para resfriar o corpo e para limpá-lo.

A liberação de calor através da língua é a mais eficiente, pois enquanto o gato está lambendo seu corpo, ele está o resfriando (e ainda fazendo sua higiene!). Quando o suor acontece através das patas, o felino libera um líquido que possui cheiro doce, muitas vezes podendo ser percebido pelos humanos. Além disso, as vezes as marcas das patinhas úmidas podem aparecer por onde o animal passou.

Confira: Donos de gatos e de cachorros têm personalidades diferentes

Como refrescar os animais

Apesar de conseguirem resistir um pouco mais ao calor do que nós, humanos, os cães e gatos também precisam se refrescar. Para isso, eles precisam ter sempre a sua disposição sombra e água fresca. Se possível, mantê-los próximos ao ventilador ou em um ambiente com ar-condicionado é uma opção bem eficiente.

Para que a água se mantenha fresca por mais tempo, cubos de gelo podem ser colocados na água. A atividade física desses animais também deve ser diminuída, então se eles não estiverem com vontade de brincar, não insista.

Banhos também podem ser ótimos em dias de calor. No caso dos gatos, que não são amigáveis com a água, passar um pano úmido no corpo pode ser de grande ajuda. Se um banho completo não for possível, molhe algumas partes do corpo do animal, como as axilas, pescoço, lombo e focinho.

Para os cães, uma piscina de água fria também é uma boa opção. Para isso, podem ser utilizadas piscinas infantis ou próprias para cachorros. Além de refresca-lo, provavelmente ele vai se divertir!

ATENÇÃO: Se o animal apresentar respiração ofegante extremamente forte e contínua, ou qualquer anormalidade em seu comportamento, leve-o ao veterinário imediatamente! Assim como os humanos, eles também podem ter insolação ou hipertermia.

Veja também: Gatos pisam a pata traseira no mesmo local da dianteira

Descubra também: Os cachorros sonham?

Foto: Reprodução InternetPiscinas para cães são uma ótima opção durante dias quentes.
Piscinas para cães são uma ótima opção durante dias quentes.

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais