Brincadeiras antigas que as crianças de hoje em dia desconhecem

Quais dessas brincadeiras seu filho conhece?

Como é a infância do seu filho hoje em dia? Ele (a) gosta de brincar de quê? Atualmente, as crianças estão adquirindo um hábito que tem se tornado comum. Cada vez mais a tecnologia tem sido inserida na infância das crianças, e cada vez mais cedo. A dúvida é: até que ponto essa tecnologia é boa para os nossos pequeninos? Há quem apoie e quem critique essa nova maneira das crianças passarem pela fase da infância.

Se você faz parte do grupo de pais que prefere que a criança brinque com outras coisas além de celulares, tablets e computadores, relembre algumas brincadeiras antigas – que devem ter feito parte de sua infância – e ensine para seus filhos.

Roda: Com algumas crianças já é possível brincar. As crianças devem formar um circulo e girarem. Enquanto giram, devem cantar algumas músicas e ir fazendo gestos que combinem com a letra. Muitas músicas são conhecidas até hoje, como atirei o pau no gato, ciranda-cirandinha, a canoa virou, pirulito que bate bate, entre outras.

Amarelinha: Com um giz, desenhe uma amarelinha no chão, numerando as casas de 1 a 10. A criança deve pular com um pé só dentro de cada casa da amarelinha, sem pisar na linha. A criança pode pegar uma pedra ou algum outro objeto e jogar em uma casa, e quando for pular a amarelinha, pula essa casa.

Foto: Reprodução Internetamarelinha
 

Batata quente: As crianças devem sentar em circulo e uma delas ficar de fora. É preciso de uma bola, ou algum outro objeto para ir passando de uma criança para a outra da roda, e a que ficou de fora deve ficar de costas para o grupo, gritando “batata quente, batata quente..” e em determinado momento deve gritar “queimou”. Quando ela grita queimou, o objeto deve parar de passar entre as crianças. Quem for “queimado” é eliminado da brincadeira, e quem não for nenhuma vez, é o vencedor.

Cinco marias: Precisa de cinco (ou mais) pedrinhas. Funciona da seguinte forma: com uma mão, a criança joga uma pedra para o alto, e ela deve pegar outra pedra que ficou no chão, antes de a pedra cair. Ela precisa pegar a pedra do chão mais a pedra lançada para o alto. E depois repete, tendo que jogar e pegar duas pedras, três pedras, e assim sucessivamente.

Foto: Reprodução Internetcinco marias

Caça ao tesouro: Faça um mapa (pode ser bem simples) ou então esconda várias dicas em vários lugares, revelando apenas a primeira. Achando a primeira dica, haverá a segunda dica, que indicará para a terceira, até chegar ao tesouro, que pode ser um prêmio qualquer, como um chocolate, por exemplo.

Bambolê: A criança deve pegar um arco de plástico – chamado de bambolê – e girá-lo em uma parte do corpo, para ver por quanto tempo consegue ficar girando. Pode ser no braço, na cintura, no pescoço ou no tornozelo. É uma ótima forma da criança desenvolver os movimentos em diferentes partes do corpo.

Foto: Reprodução Internetbambole
 

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais