Além dos cangurus: 7 animais que são encontrados na Austrália

Conheça sete animais australianos e veja como a variedade de animais desse país pode ser incrível: alguns com cara de poucos amigos, enquanto outros são extremamente fofos.

Ao contrário do que pensamos, a fauna australiana vai muito além dos cangurus e dos coalas. A Austrália ocupa a 17ª colocação quando o assunto é países classificados por quantidade de diversidade de animais. Aliás, cerca de 80% de toda a fauna e flora existente em solo australiano, só pode ser encontrado lá.

Conheça agora outros 10 animais que habitam no país.

1 – Bilby-grande: Eles são os maiores membros de uma família de marsupiais e os únicos sobreviventes das seis espécies que viviam em regiões áridas e semiáridas australianas. Apesar do nome, ele é um animal pequeno, com aproximadamente 55 centímetros e 2,5 quilos. Eles gostam de viver de maneira solitária, por isso é raro encontrar um bando deles. Os bilbies se alimentam de sementes, frutas, larvas e fungos vegetais. Por serem ótimos cavadores, eles fazem buracos de até 3 metros de profundidade, de onde só saem no período da noite, quando vão em busca de alimento.

Foto: Reprodução InternetBilby-grande

2 – Varano-gigante:São os maiores lagartos da Austrália, podendo passar dos 2,5 metros de comprimento. Eles são ágeis e muito rápidos, podendo correr a uma velocidade de 40 quilômetros por hora. Se alimentam de outros répteis, anfíbios, coelhos, pássaros, marsupiais e cobras, e também servem de alimento para grandes águias e para os aborígenes.

Foto: Reprodução InternetVarano-gigante

3 – Tubarão-elefante: Também chamado de peixe-elefante, ele pode chegar a ter 1,5 metros de comprimento e vive nas águas entre o sul da Austrália e Nova Zelândia. Eles habitam em profundidades de cerca de 200 metros e se alimentam de crustáceos, que são encontrados a partir de uma detecção, feita por seu nariz.

Foto: Reprodução InternetTubarão-elefante

4 – Raposa voadora: É o maior morcego já encontrado pelos cientistas e pesquisadores, tendo uma envergadura de até um metro e pesando aproximadamente 1,5 kg. A raposa-voadora vive em grupo e se alimenta de frutas e de néctar. Se necessário, conseguem voar por até 50 km em uma noite em busca de alimento. Ela habita em florestas tropicais e pântanos, e pode sobreviver por cerca de 30 anos.

Foto: Reprodução InternetRaposa voadora

5 – Peixe-mão manchado: Esse pequeno animal vive no fundo do mar, em ambientes arenosos ou rochosos, onde se alimentam de vermes e pequenos crustáceos. Eles usam suas barbatanas para andar, como se fossem pés. Sua aparência é incomum e normalmente, sua pele tem cores vibrantes, como vermelho-fogo com azul ou rosa-creme com vermelho, laranja e manchas marrons.

Foto: Reprodução InternetPeixe-mão manchado

6 – Pinguim-azul: Também chamados de pinguim-fada, eles são a menor espécie de pinguins do mundo, tendo apenas 33 centímetros e pesando no máximo, 1,5 kg. Eles se alimentam de peixes, lulas e krill. Eles vivem principalmente nas regiões de Sydney e Perth. Sua plumagem é azul, principalmente na parte dorsal, e branca, na parte ventral. Em habitat natural, o pinguim-azul costuma viver entre quatro e seis anos.

Foto: Reprodução InternetPinguim azul

7 – Dragão-marinho-comum: São animais bastante sensíveis, mas ótimos em camuflagem. Podem se esconder entre as algas e são facilmente confundidos com elas. Eles são encontrados principalmente no sul da Austrália, e habitam a uma profundidade que varia de 3 a 50 metros. Seu tamanho pode chegar aos 45 centímetros e seu corpo não possui escamas, mas é revestido por diversas placas ósseas. Sua alimentação é baseada em pequenos crustáceos e zooplâncton.

Foto: Reprodução InternetDragão-marinho-comum

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso

Compartilhe este artigo:

Veja mais