10 lugares espetaculares para conhecer durante uma viagem na China

Os locais estão longe de serem os mais famosos do país, porém, suas belezas tem atraído cada vez mais turistas.

A China é um país com uma cultura única e espetacular. Um dos países mais populosos do mundo, ela possui diversos tipos de paisagem dentro de um mesmo território nacional, indo desde desertos até montanhas. Ela abriga locais famosos, como a Muralha da China.

Porém, o Dr. Curioso traz para os leitores outras 10 maravilhas chinesas que não são tão famosas, mas que merecem uma atenção especial. O roteiro com esses e outros lugares foi criado pela SGE Turismo e registrado por Dina Barile, brasileira que possui em seu currículo inúmeras viagens e até mesmo uma ida para a estratosfera.

1) Grutas de Longmen

Localizadas ao sul da cidade de Luoyang, as Grutas de Longmen ficam entre duas montanhas, separadas pelo rio Yishui. Em uma extensão de cerca de um quilômetro, são encontradas 2.345 grutas diferentes e mais de cem mil estátuas de budas.

O local demorou quase 150 anos para ficar pronto, sendo feito durante as dinastias Wei do Norte e Tang (618-907). Em 2000, elas foram declaradas pela Unesco como Patrimônio Mundial.

Além de ser um local com uma beleza ímpar, as grutas possuem um grande valor religioso e histórico. Elas retratam como era a sociedade da época em diversos aspectos, formando um museu de esculturas em pedra.

A maior estátua do local é uma escultura das cabeças dos imperadores Yan Di e Hung Di, primeiros homens a governarem a região, há cerca de 5000 anos. Elas possuem 106 metros e são as maiores da China.

Foto: Dina BarileAs Grutas de Longmen ficam entre duas montanhas, separadas pelo rio Yishui.
As Grutas de Longmen ficam entre duas montanhas, separadas pelo rio Yishui.

2) Huguang Assembly Hall

O Huguang Assembly Hall é um grupo de antigos prédios, que representa uma onda de imigrantes na história do país. Os habitantes da região, antes, moravam na província de Huguang, mas com a diminuição da população, eles foram para a província de Sichuan, nas proximidades das montanhas de Chongqing, onde construíram os prédios.

A construção é bastante organizada, combinando com o portão e com a muralha da cidade. Juntamente com o rio Tangtze, o local se tornou um dos principais cartões-postais da região.

Foto: Dina BarileO Huguang Assembly Hall é um grupo de antigos prédios, construídos de forma bastante organizada.
O Huguang Assembly Hall é um grupo de antigos prédios, construídos de forma bastante organizada.

3) Chongqing Hongya Cave

Atualmente, o local possui um complexo de casas de palafitas, porém, foi uma fortaleza militar antes disso, entre o antigo estado Ba (1046 a.C.-256 a.C.) e as dinastias Ming e Qing (1368-1911). Nos dias de hoje, construção se tornou o destino mais procurado por quem quer vivenciar a cultura Bayu.

As palafitas que existem no Chongqing Hongya Cave se encontram ao lado de um íngreme penhasco, nas margens do rio Jialing. O prédio possui 11 andares e tem 75 metros de altura. O primeiro e o último andar podem ser acessados por duas diferentes estradas. Em cada andar, os visitantes podem encontrar cafés, bares e até restaurantes.

Foto: Dina BarileO Chongqing Hongya Cave se tornou o destino mais procurado por quem quer vivenciar a cultura Bayu.
O Chongqing Hongya Cave se tornou o destino mais procurado por quem quer vivenciar a cultura Bayu.

4) Shibaozhai

Na “Fortaleza da Pedra Preciosa”, uma colina ao longo da margem do rio Yangtze, fica a Pagoda Shibaozhai, construída no século XVIII. O local é bastante íngreme e tem aproximadamente 200 metros de altura.

Na base da colina, existe uma entrada amarela, que leva para um pavilhão vermelho. Nele, há uma passagem para um dos maiores templos de madeira, que fica no topo da colina.

O Templo possui um portão de entrada amarelo, alto, com leões e dragões na decoração. Com 56 metros de altura, a torre possui 12 andares e um design considerado extraordinário. Na construção, não foram usados pregos.

Foto: Dina BarileA construção de Shibaozhai é considerada uma
A construção de Shibaozhai é considerada uma "pérola da arquitetura chinesa".

5) Montanha de Tianmen

Localizada no Parque Florestal Nacional, na cidade de Zhangjiajie, nela fica o maior teleférico do mundo. Os bondinhos usados na atração sobem, da base até o topo, uma altura de 1.279 metros, a uma inclinação de 37 graus. O trajeto possui 7.455 metros de distância e liga a estação de trem da cidade até o topo da Montanha de Tianmen.

Na montanha, ainda fica a Passarela de Cristal, uma das principais atrações do local. Além dela, o parque ainda foram construídas outras três passarelas de vidro.

Uma delas possui 430 metros de comprimento e fica a 260 metros do chão. Ela possui seis metros de largura e fica em um canyon entre dois penhascos. Feita com 120 painéis de vidro, com uma espessura de 5,08 centímetros, a passarela pode receber até 800 visitantes por vez. Quem a visita ainda pode optar por fazer o bungee-jump mais alto do mundo, que tem uma altura de aproximadamente 265 metros.

O Parque Florestal Nacional foi o primeiro do gênero a ser criado na China. Ele possui 4.810 hectares e, desde 2004, faz parte da Rede Mundial de Geoparques da Unesco.

Foto: Dina BarileA Montanha de Tianmen é o local onde foi construído o maior teleférico do mundo.
A Montanha de Tianmen é o local onde foi construído o maior teleférico do mundo.

6) Caverna Huanglong

A caverna Huanglong é formada por calcário, dolomita e gesso (chamada de cárstica) e cobre uma área de 48 hectares. Ela se estende por 15 km, tendo partes secas e com água. O local possui quatro níveis, 13 câmaras, três quedas d’água subterrâneas, dois rios subterrâneos, três piscinas, um lago e 96 passagens.

O passeio no local dura cerca de duas horas, sendo o tour guiado com direito a um passeio de barco em um dos rios subterrâneos.

Foto: Dina BarileA caverna Huanglong é formada por calcário, dolomita e gesso e cobre uma área de 48 hectares.
A caverna Huanglong é formada por calcário, dolomita e gesso e cobre uma área de 48 hectares.

7) Parque Nacional de Zhangjiajie

Esse parque se tornou um dos locais mais visitados da China por causa do filme Avatar. O Parque Nacional de Zhangjiajie, que serviu de inspiração para a produção, possui covas profundas, grandes cachoeiras e a atração mais cobiçada: o Elevador Bailong, o maior elevador panorâmico do mundo.

Foto: Dina BarileO Elevador Bailong é o maior elevador panorâmico do mundo.
O Elevador Bailong é o maior elevador panorâmico do mundo.

A estrutura fica na lateral de um penhasco e possui 326 metros de altura, proporcionando aos visitantes uma vista panorâmica encantadora. Dele, é possível ver a vista cênica de Yuanjiajie (local que aparece no filme Avatar).

Outra paisagem que enche os olhos dos turistas são as Montanhas Tianzi, que fazem um “triângulo dourado” com o Vale Suoxi e o Zhangjiajie Forest Park. O local abrange uma área de 5.400 hectares. O pico principal da montanha está 1.262,5 metros acima do nível do mar.

Além do elevador, existem ainda aproximadamente 100 plataformas de observação naturais à disposição dos turistas.

Foto: Dina BarileO Parque Nacional de Zhangjiajie se tornou famoso por causa do filme
O Parque Nacional de Zhangjiajie se tornou famoso por causa do filme "Avatar".

8) Grande Buda de Leshan

Na lista das esculturas mais altas do mundo está o Grande Buda de Leshan. Estando a 71 metros de altura, a escultura é a mais alta do mundo feita em pedra. Ela começou a ser esculpida em 713, quando o monge budista Hai Tong decidiu construí-la com o objetivo de ganhar proteção divina aos pescadores locais. Foram necessários 90 anos para que ela fosse concluída.

A estátua é, sem dúvidas, grandiosa. A largura dos ombros é de 28 metros. Somente as orelhas têm sete metros de comprimento cada. Os turistas que visitam o local podem observá-la por dois ângulos, aos pés do Buda e também na altura da cabeça da escultura. Ligando uma parte à outra, há uma escada.

O monumento é tão grandioso que se tornou Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO, assim como o Monte Emei, também em Leshan.

Foto: Dina BarileO Grande Buda de Leshan é a escultura mais alta do mundo feita em pedra.
O Grande Buda de Leshan é a escultura mais alta do mundo feita em pedra.

9) Rua Jinli

A Rua Jinli possui apenas 350 metros, mas é um dos locais mais históricos, sendo tão antiga quando a dinastia Qin (221 a.C.-206 a.C.). Conhecia como “a primeira rua do reino Shu”, ela foi o lugar mais famoso para o baldaquim, uma roupa rica e ornamentada.

Os turistas que a visitam atualmente encontram no local um excelente mercado gastronômico, com uma ampla variedade. Além da comida, ela também possui lojas que comercializam lembrancinhas e souvenirs.

Foto: Dina BarileA antiga Rua Jinli é conhecida por possuir boa gastronomia e muitas lojas de souvenirs.
A antiga Rua Jinli é conhecida por possuir boa gastronomia e muitas lojas de souvenirs.

10) Aldeia Baisha

Localizada no sopé da Montanha Nevada do Dragão de Jade, ela possui uma forte influência cultural do povo Naxi. A Aldeia Baisha era um assentamento Naxi e foi construída durante a dinastia Tang (618-907). Nas dinastias Song (906-1279) e Yuan (1271-1368), ela se tornou próspera. Durante a dinastia Ming (1368-1644), ela foi um centro político, cultural e econômico de Lijiang.

Foto: Dina BarileA Aldeia Baisha fica localizada no sopé da Montanha Nevada do Dragão de Jade.
A Aldeia Baisha fica localizada no sopé da Montanha Nevada do Dragão de Jade.

O povo Naxi, também chamados de nakhis, são um grupo minoritário do país, originalmente formado por vaqueiros. Sua linguagem pertence ao grupo sino-tibetano e sua crença aponta a existência de apenas um criador, mas não especifica quem ele é.

Veja também: China aluga e empresta seus ursos pandas; Saiba o motivo

Foto: Dina BarileCortejo fúnebre do povo Naxi conta com grandes arranjos de flores, com muitas cores.
Cortejo fúnebre do povo Naxi conta com grandes arranjos de flores, com muitas cores.

Para saber mais informações sobre o roteiro, entre em contato com a SGE Turismo:

SGE Viagens Turismo Ltda – www.sgeturismo.com.br  
Endereço: R. Uruguai, 155 – Centro Histórico, Porto Alegre
Telefone: 51-3225-3333 ou 51-3224-3225
email: cirlei@sgeturismo.com.br 
PRÓXIMA SAÍDA: MAIO/2020

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dina Barile

Compartilhe este artigo:

Veja mais